Entre as melhores no Enem, Olimpo de Goiânia é a escola mais cara do Brasil

De acordo com levantamento feito pela EXAME.com, integral do colégio goianiense supera preços do tradicional Objetivo Integrado de São Paulo

Foto: Reprodução/Geolocation

Para se estudar no integral do Olimpo, aluno tem que desembolsar mais de 34 mil reais | Foto: Reprodução/Geolocation

Um levantamento feito pelo site da revista Exame mostra que, entre as dez escolas com melhor desempenho no Enem 2014, o curso integral do Olimpo de Goiânia é o mais caro do Brasil. Um ano de mensalidade custa aos pais dos alunos R$ 32.400 — são 12 parcelas de R$2.700.

Divulgado na última quarta-feira (5/8) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o ranking apontou a unidade goianiense como a terceira melhor do País. A média dos alunos do curso integral foi de 735,02.

De acordo com a reportagem, o valor mais barato, referente ao 3º ano do Ensino Médio, entre os dez melhores é o do Pensi (Ponto de Ensino) do Rio de Janeiro (RJ), que ficou em 7º lugar do ranking (média de 720,73) — mensalidade de R$ 900,00.

A mais bem colocada no Enem, Colégio Objetivo Integrado, de São Paulo (SP), tem mensalidade de R$ 2.383,46 (também 12 parcelas), no entanto, ao contrário do Olimpo de Goiânia, cobra material didático (R$ 1.535,14). Se somados todos os valores, para se estudar no colégio paulistano, o aluno terá que desembolsar R$ 30.136,66.

Veja a lista da EXAME.com:

As mais caras
1º – Colégio Olimpo Integral – Goiânia (GO)
: R$ 2.700 (12 parcelas) | Total: R$ 32.400
2º – Colégio Objetivo Integrado – Mogi das Cruzes (SP): R$ 2.127 (12 parcelas) + R$ 2.127 taxa de matrícula + R$ 288 (12 parcelas) de material didático | Total: R$ 31.107
3º – Colégio Objetivo Integrado – São Paulo (SP): R$ 2.383,46 (12 parcelas) + R$ 1.535,14 de material didático | Total: R$ 30.136,66
4º – Colégio Bernoulli – Unidade Lourdes – Belo Horizonte (MG): R$ 1.629 (12 parcelas) + R$ 1690 de material didático | Total: R$ 21.238
5º – Christus Colégio Pré-Universitário – Fortaleza (CE): R$ 1.205 (12 parcelas) + R$ 1.205 de taxa de matrícula + R$ 1.419 de material didático | Total: R$ 17.084
6º – Coleguium – Belo Horizonte (MG): R$ 1.200 (12 parcelas) + R$ 1.200 de taxa de matrícula + R$ 800 de taxa pedagógica | Total: R$ 16.400
7º – Farias Brito Colégio de Aplicação – Fortaleza (CE): R$ 1.249 (12 parcelas) + R$ 1249 de taxa de matrícula + R$ 1.200 de material didático | Total: R$ 16.188
8º – Colégio Ari de Sá Cavalcante – Fortaleza (CE): R$ 1.115 (12 parcelas) + R$ 1.600 de material didático | Total: R$ 14.980
9º – Colégio Elite Vale do Aço – Ipatinga (MG): R$ 965 (12 parcelas) + R$ 965 de taxa de matrícula + R$ 1.380 de material escolar | Total: R$ 13.925
10º – Pensi (Ponto de Ensino) – Rio de Janeiro (RJ): R$ 900 (12 parcelas) + R$ 1.200 de material didático + R$ 800 de taxa pedagógica | Total: R$ 12.800

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Manuel Ferreira

Nisso está o abismo social entre a educação privada e a educação pública. Imagine se para cada estudante de Ensino Médio público fosse investido mensalmente tudo isso…

amanda Cristina

Realmente é um preço salgado …eu estudo no Olimpo de Goiânia e uma excelente escola realmente vale o preço

Mateus

O Sao BENTO custa 2,900 por mês, melhor escola do Brasil ao longo dos anos, sem citar a escola britânica e americana no rio cujas as mensalidades giram em torno de 5 mil reais.