Empresa de leilões é acusada de fraude em Goiânia

Juiz determinou bloqueio de bens da empresa denominada Goiânia Leilões Oficiais, assim como a suspensão do site da mesma 

O juiz José Proto de Oliveira, foi o responsável por determinar o bloqueio de bens e a suspensão imediata do site da empresa Goiânia Leilões Oficiais, após a constatação de uma fraude cometida por ela, na última terça-feira, 16. A denúncia foi feita por uma compradora que afirma ter arrematado uma camionete no valor de R$ 46 mil em um dos leilões realizados, a qual não foi entregue. A decisão judicial determinou o bloqueio de bens da empresa em questão.

Diante da não entrega do veículo que havia sido comprado, a vítima descobriu que toda a ação se tratava de uma fraude e procurou a Delegacia de Polícia Civil, onde acabou descobrindo que outras pessoas já haviam registrado queixas contra a empresa Goiânia Leilões. Além disso, ao promover uma busca pelo nome da leiloeira na internet, a mulher constatou que a mesma camionete que havia sido arrematada por ela, continuava disponível para leilão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.