Em “surto partidário”, Dona Íris manda recado a Caiado e elogia Daniel Vilela

Durante posse da Juventude, primeira-dama de Goiânia disse que PMDB não será “usado” em 2018

Dona Íris discursa durante o evento: elogios a Daniel e recado a Caiado | Foto: reprodução/ Twitter

A primeira-dama de Goiânia e pré-candidata à deputada federal, Dona Íris (PMDB), teve um verdadeiro “surto partidário”, no último sábado (10/6), durante a posse da Juventude do partido.

Em discurso no evento, a esposa do prefeito Iris Rezende (PMDB) surpreendeu os presentes ao falar das eleições 2018: “Construímos o PMDB lá atrás. Lutamos muito pelo PMDB esses anos todos. Não vamos dar, não vamos ceder, não vamos emprestar o partido.”

Quem esteve lá entendeu que o recado tinha endereço certo: o senador Ronaldo Caiado (DEM). A plateia — composta majoritariamente pela claque irista, como a ex-vereadora Célia Valadão e o deputado Lívio Luciano — aplaudiu muito as declarações. No entanto, não é segredo para ninguém que o principal patrocinador da candidatura do democrata ao governo de Goiás no ano que vem é o casal Iris — que vem trabalhando (nos bastidores, claro) para viabilizar a candidatura com o apoio do PMDB.

E a primeira-dama não parou por aí: “Sou uma pessoa que procura ser justa. Não tenho consideração com aqueles que se escondem, se omitem, com aqueles que fogem. Sou oposição ao governo. Muitas vezes, por questões administrativas, nossos líderes têm que tomar decisões que a gente não gosta. Até sofremos com isto. Mas estamos atentos para não permitir que o partido seja usado.”

O deputado federal Daniel Vilela, presidente do diretório do PMDB de Goiás, estava na mesa e parece ter recebido com surpresa as falas pouco usuais da ex-parlamentar. Dona Íris rasgou elogios a ele, que também é pré-candidato ao governo.

“Já tive divergências com Daniel. Tem coisas que ele faz que às vezes eu não gosto. Mas eu devo reconhecer o papel do Daniel no PMDB. O Daniel é oposição. Ele tem colocado que quer disputar [o governo], que assume a candidatura. E eu tenho que elogiar quem se posiciona assim”, reconheceu.

As declarações partidárias de Dona Íris se deram, curiosamente, um dia após reunião na Prefeitura de Goiânia entre o marido e o senador. Trouble in paradise?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.