Em menos de seis meses na prefeitura, Iris é reprovado por 40% dos goianienses

Pesquisa do instituto Paraná mostra que um terço da população da capital avalia gestão do peemedebista como “ruim” ou péssima”

Iris Rezende posa para foto durante o primeiro mutirão: precisa acelerar o passo | Foto: Paulo José

A lua de mel entre o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), e os eleitores pode estar acabando mais rápido do que imaginado. Levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas mostra que menos de seis meses após assumir o Paço Municipal, a popularidade do peemedebista já sofre desgaste: para um terço da população (33,7%), a atual gestão é “ruim” ou “péssima”.

Alegando problemas financeiros, a administração Iris enfrentou diversas crises, como greve na Educação, caos na saúde pública, incluindo o quase fechamento da maternidade Dona Íris, bem como denúncias de supersalários na Comurg (Companhia de Urbanização de Goiânia), esquema de desvio de recursos na Agência de Turismo e Lazer (Agetul), e a contratação de dezenas de candidatos a vereador derrotados nas urnas em 2016.

Episódios que podem ter contribuído para uma desaprovação alarmante logo no começo do governo: 40,5% dos goianienses reprovam a gestão Iris. Por outro lado, 55,1% dizem aprová-la — sendo que, para 31,5% está “boa” e apenas 4,3% a classificam como “ótima”.

Veja abaixo os números da pesquisa:

Avaliação da gestão Iris Rezende

Ótima – 4,3%
Boa – 31,5%
Regular -28,5%
Ruim -18,6%
Péssima – 15,1%
Não sabe/ não opinou -1,9%

Aprovação

Aprova – 55,1%
Desaprova – 40,5%
Não sabe/ não opinou – 4,4%

Avaliação

O resultado acende a luz amarela no QG irista, pois sabe que, apesar dos índices de aprovação estarem ligeiramente mais altos que os de reprovação, indicam que a população esperava mais do grande administrador que Iris diz ser. São apenas cinco meses de gestão e há um longo caminho pela frente.

Segundo o diretor do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, o momento atual de descrédito da classe política influencia também no resultado, mas Iris Rezende precisa tomar providências.

“Vemos que a administração é razoável, mas sinal amarelo para o prefeito. A lua de mel tende a acabar, cada dia que passa a população vai cobrar mais porque se esvai o discurso do passado, de herança maldita. O lixo, os buracos na rua, passam a ser dele, não é mais do ex-prefeito. O tempo está acabando”, alerta Murilo Hidalgo.

Realizada entre os dias 7 e 9 de junho deste ano, a pesquisa entrevistou 706 eleitores em todas as regiões da capital. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Ricardo

Vcs puxam o saco desse Marconi em Jornaleco.