Em grande evento, Marconi formaliza pacote de benefícios à Educação

Foram investimentos de R$ 510 milhões em obras, reajustes salarial, concurso público e entrega 75 ônibus para prefeituras 

 

Vice-governador José Eliton, secretária Raquel Teixeira e governador Marconi Perillo | Foto: Jota Eurípedes

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), formalizou nesta quinta-feira (4/5) as medidas do pacote de benefícios para a rede estadual de Educação.

Durante o ato, realizado no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, o tucano anunciou investimentos de R$ 510 milhões em obras, por meio do Goiás na Frente Educação, realização de concurso público, reajustes salariais e concessão de gratificações, a renovação de programas de ensino-aprendizagem, reajuste no repasse do transporte escolar e entregou 75 ônibus.

“Juntos nós soubemos fazer o dever de casa. Soubemos enfrentar a crise, nos desgastando, nos sacrificando, mas fazendo o que deveria ser feito. Esse pacote certamente será um diferencial para que a Educação pública de Goiás seja uma democratizadora de oportunidades”, discursou.

Com a presença de caravanas de professores, alunos e servidores administrativos da Educação de todo o estado, o governador assinalou que o governo estadual “fez do dever de casa”, criando, assim, as condições para, depois de dois anos de ajuste, anunciasse um amplo plano de investimentos.

Marconi lembrou que os investimentos em Educação começaram ainda em 1999, quando chegou ao governo pela primeira vez. Na época, além dos irrisórios salários pagos aos professores, os pais enfrentavam longas filas para conseguir matricular seus filhos, realidade que mudou completamente com a informatização do sistema de matrícula.

Também, segundo Marconi, havia “todo tipo de corrupção na merenda escolar, que era distribuída com produtos de péssima qualidade”. Tudo mudou depois que ele tomou a decisão de enviar o dinheiro diretamente na conta da dos conselhos escolares, fato que se repetiria na reconstrução das escolas, como faz o governo atualmente. O dinheiro, contou, é depositado diretamente na conta da escola.

O governador enfatizou ainda que o pacote de benefícios à Educação tem como objetivo central melhorar o Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica], além de garantir a valorização dos professores, administrativos, tutores, diretores, secretários, toda a comunidade escolar.

Em entrevista à imprensa, assim que chegou para a solenidade, o tucano afirmou que as medidas são a celebração do Pacto pela Educação, que permitiu uma série de avanços na Educação e a aplicação de vultosos recursos na valorização dos professores e servidores administrativos, efetivos e temporários, de modo a impactar positivamente no desempenho de Goiás no Ideb.

Assinatura

Marconi discursa durante evento | Foto: Eduardo Ferreira

No anúncio das medidas para fortalecimento da Educação, o governador assinou ainda três ordens de serviço. A primeira reajusta em 58,26% o repasse para o Programa Pró-escola, que destina recursos para compra de equipamentos, manutenção, reforma e pequenos reparos nas escolas da rede estadual de ensino. A segunda reajusta em 15% o repasse para o Programa de Transporte Escolar de alunos da zona rural aos municípios participantes. E a terceira reajusta em 20% o valor da merenda escolar por aluno.

O governador lembrou que o Brasil vive a maior crise de sua história e muitos estados da Federação não conseguem honrar seus compromissos financeiros. Em Goiás, em função das medidas de ajuste fiscal adotadas há dois anos, os salários dos servidores estão rigorosamente em dia, o décimo-terceiro está sendo pago no mês do aniversário e governo teve condições de anunciar hoje, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, o programa Goiás na Frente Educação.

O conjunto de ações formalizadas hoje pelo governador Marconi Perillo preveem investimentos totais de R$ 560 milhões, dentro do programa Goiás na Frente Educação. Incluem a construção de centros culturais, escolas e quadras poliesportivas e garantia de benefícios.

Aparato

Ônibus entregues pelo governo do estado | Foto: reprodução

Foram entregues também 75 ônibus para o transporte escolar, com investimentos na ordem R$ 17,2 milhões, recurso do Tesouro Estadual. Em abril do ano passado, o governador já havia investido cerca de R$ 9,5 milhões para adquirir e distribuir outros 50 veículos.

Com os novos veículos, o estado renova 50% da frota de veículos de transporte escolar, nos 246 municípios goianos. Para 2018, a Seduce vai investir R$ 19 milhões na aquisição de outros veículos escolares, beneficiando estudantes da rede pública estadual e das redes municipais.

Foram entregues 2.440 aparelhos de ar-condicionado, com recursos do Plano de Ações Articuladas (PAR), no valor total de R$ 6 milhões. Na primeira etapa do projeto Climatizar foram entregues 1.853 unidades, ao custo de R$ 4,7 milhões. A Seduce vai entregar ainda 14.310 aparelhos. O investimento gira em torno de R$ 65 milhões.

Também foram destinados recursos para projetos estratégicos da Seduce – Tendas do Saber ( R$ 4,8 milhões), Aprender + (R$ 1,4 milhão), Conjunto Aluno (R$ 2,5 milhões), Construção de Escolas e Quadras Poliesportivas (R$ 510 milhões), Merenda Escolar (R$ 29,6 milhões), Pró-Escola (R$ 31 milhões), construção de creches em 24 municípios focais e 59 prioritários, dentro da Pactuação da Aliança Municipal pela Competitividade.

Servidores

O governador também autorizou a série de benefícios já anunciados a professores e servidores administrativos, que serão beneficiados a partir de junho:

  • 21% de reajuste para os administrativos;
  • 34% de reajuste para os professores temporários;
  • 1.000 vagas para concurso público;
  • 7,64% de reajuste para todos os efetivos;
  • Concessão de gratificação, de acordo com a escolaridade de cada um, que busca equiparar o salário do quadro transitório ao dos professores do quadro permanente;
  • Criação do auxílio-alimentação no valor de R$ 500,00 para todos os servidores da educação (efetivos e temporários)
  • Gratificação para todos os professores das escolas de tempo integral.

“Essas são conquistas históricas para Educação em Goiás”, disse a secretária estadual de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, para quem a palavra que cabe bem para explicar a decisão do governador é “gratidão”.

Para ela, esse é o coroamento de um longo trabalho a favor da Educação: “Desde 1999, quando também ocupava o cargo de secretária de Educação, o governador Marconi Perillo já dava os primeiros passos para se fortalecer como parceiro da Educação”.

Raquel Teixeira assinalou ainda que os pacote de benefícios está sendo anunciado no momento em que o Brasil passa por uma grave crise econômica. Por isso, representa um “ato de coragem” do governador Marconi Perillo.

“Só um governador com muita sensibilidade é capaz de reconhecer o valor que tem os professores e administrativos nesse processo de avanços educacionais e esse pacotão de benefícios demonstra o quanto Marconi Perillo respeita, reconhece e valoriza os profissionais da área”, reafirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.