Em Goiás, síndico assassina morador após discussão

Leonardo Costa foi morto com dois tiros por Luís Carlos Pimentel, que se suicidou em seguida. Crime ocorreu em Caldas Novas nesta quinta-feira

Um homem de 34 anos foi morto nesta quinta-feira (17/11) em Caldas Novas, assassinado pelo síndico do prédio em que morava após uma discussão. Leonardo Costa Machado levou dois tiros, um no pescoço e um no tórax, dados por Luís Carlos Pimentel, de 68 anos, que se matou em seguida.

Leonardo chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no Hospital Municipal de Caldas Novas, após ser submetido a cirurgia. Segundo a Polícia Militar (PM) de Caldas Novas, os moradores do local informaram que os dois já discutiam havia bastante tempo, mas informou que os reais motivos da briga ainda não foram esclarecidos.

Ainda de acordo com a PM, Luís Carlos já tinha passagem por ameaça em casos semelhantes. Logo após ameaçar Leonardo e cometer o crime, ele subiu para uma casa de máquinas no prédio e se suicidou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.