Em Goiânia, Vanderlan Cardoso e Carlos Alberto de Oliveira serão condecorados pelo Conselho Nacional de Indústrias

Nos dias 27 e 28 de setembro, a capital goiana receberá reunião do CNI para cerimônias de honraria e para debates relacionados ao setor industrial brasileiro 

Vanderlan Cardoso e Carlos Alberto de Oliveira (in memorian) serão condecorados pela CNI com a maior honraria do setor industrial brasileiro.

O setor industrial goiano receberá nos dias 27 e 28 de setembro, a reunião da Confederação Nacional da Indústria (CNI), para que sejam debatidos assuntos de interesse do segmento, como a Reforma Tributária, por exemplo. Isso se dá em meio às comemorações dos 70 anos da Federação das Indústrias do Estado de Goiás, a FIEG. Durante o evento, o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, fará a outorga da Ordem do Mérito Industrial, considerada a maior honraria do setor no Brasil. A mesma só é concedida a personalidades e instituições que foram capazes de contribuir de maneira significativa com o desenvolvimento da indústria. 

Na cerimônia que será realizada em Goiânia desta vez, o empresário e também senador Vanderlan Cardoso e, em homenagem in memorian, o empresário Carlos Alberto de Oliveira, fundador do grupo Caoa, receberão essa condecoração. Carlos Alberto foi um médico e um empreendedor importante para a economia do Brasil e de Goiás, tendo atraído importantes marcas para o território brasileiro, como Ford e Hyundai, tornando-se referência para a indústria automobilística brasileira. Ele morreu em agosto deste ano, aos 77 anos de idade. Vanderlan é proprietário e fundador do Grupo Cicopal, que tem sede em Senador Canedo, município do qual já chegou a ser prefeito. A Cicopal conta também com fábricas no Pará e na Bahia. 

“A presença em peso de todo o Sistema Industrial brasileiro em Goiânia neste momento de comemoração dos 70 anos da Fieg evidencia a força do setor produtivo goiano, sempre referência nacional, seja pelos diversos serviços de nossa federação, seja pelo suporte que as instituições Sesi, Senai e IEL oferecem às empresas, nossas mantenedoras, acionistas, por meio da educação básica e profissional, promoção de estágio, difusão de tecnologia e inovação, saúde e segurança do trabalho, entre outras áreas”, afirmou o presidente da Fieg, Sandro Mabel. Por nota, Vanderlan Cardoso ressaltou que receberá essa homenagem “com muita alegria”, evidenciando ainda acreditar que que o setor produtivo será o grande condutor da retomada econômica do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.