Em Goiânia, quem parar em vaga especial poderá ter carro adesivado com “multa moral”

Proposta da vereadora Cida Garcêz foi aprovada em primeira votação na Câmara Municipal. Colagem no vidro lateral do carro faz parte da sanção

Estacionamento na Avenida Anhanguera, no Centro. Adesivo ainda não foi confeccionado | Foto: Edilson Pelikano

Estacionamento na Avenida Anhanguera, no Centro. Adesivo ainda não foi confeccionado | Foto: Edilson Pelikano

“Rapidinho não! Respeite quem mais precisa!”. Esta é a frase que deve ilustrar o adesivo a ser colado no vidro lateral dos carros dos motoristas que estacionam em vagas destinadas a portadores de necessidades especiais (PNE), gestantes e de idosos em Goiânia.

A chamada “multa moral” seria aplicada pelas empresas que oferecem o serviço de estacionamento, como shoppings centers e hipermercados, em alternativa à penalidade aplicada pela Agência Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT), único órgão legal responsável pela sanção.

Hoje, o motorista paga R$ 53 e leva três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) se for flagrado em vaga especial.

O adesivo será confeccionado somente após a promulgação do prefeito Paulo Garcia (PT). Antes de valer, a lei precisa ser aprovada em definitivo pelos vereadores da capital. Na sessão desta quinta-feira (25/6), o projeto de lei de número 2015/0007, que cria a “multa moral”, foi aprovado em primeira votação no plenário. A autoria é de Cida Garcêz (SD), que destaca o “flagrante desrespeito”. “Com o adesivo você cria um novo instrumento para chamar a atenção dos motoristas. Ele servirá como um alerta e forma de constranger o motorista em uma próxima vez pensar duas vezes antes de estacionar nessas vagas preferenciais”, relatou. Em 2014, a SMT multou mais de 2.100 infratores que estacionaram nesses locais.

A matéria reforça paralelamente a campanha da Prefeitura de Goiânia que, no início do mês passado, realizou ação de conscientização para motoristas que estacionam em vagas destinadas a deficientes, idosos e gestantes no estacionamento interno de um shopping da capital. A ação integrou o Movimento Maio Amarelo e espalhou cadeiras de rodas em vagas de estacionamento convencional. Em cada uma havia um bilhete: “Tenha paciência. É só um minutinho!”. A intenção era mostrar para o condutor do veículo que parar em locais especiais gera transtorno para quem realmente precisa.

O projeto de Cida Garcêz segue agora para a Comissão de Defesa do Consumidor. Antes, passou pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e pelo plenário, onde foi votado simbolicamente com quórum simples.

Uma resposta para “Em Goiânia, quem parar em vaga especial poderá ter carro adesivado com “multa moral””

  1. Avatar Epaminondas disse:

    Eles querem constranger gente que gasta R$ 10 mil em amplificadores automotivos do Paraguai para ouvir sertanejo e funk carioca com volume “no talo”.

    Tem tudo para dar certo esta lei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.