Em Goiânia, Lewandowski garante novo projeto de reajuste para Judiciário Federal

Ministro atendeu servidores na sede do Tribunal de Justiça de Goiás, após protestos contra veto da presidente ao PLC 28/2015

Manifestantes na porta do TJGO | Foto: Laura Machado

Manifestantes na porta do TJGO | Foto: Laura Machado

Laura Machado e Marcelo Gouveia

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, atendeu, nesta segunda-feira (10/8), servidores do Judiciário Federal que protestavam na porta do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), em Goiânia, contra o veto presidencial do projeto de lei que reajusta em até 78,56% o salário da categoria.

Na ocasião, o ministro mostrou solidariedade aos manifestantes e disse que a proposta será pauta do Supremo na sessão desta quarta-feira (12), quando deve ser apresentado um novo projeto de reajuste.

Sobre o veto da presidente Dilma Rousseff (PT) ao PLC 28/2015, Lewandowski disse que o Supremo não pode interferir nas decisões do Executivo. O ministro falou também que vai tentar a melhor negociação possível para a categoria, mas lembrou que o governo não possui verba.

O presidente do STF veio a Goiânia nesta segunda-feira para participar da assinatura do termo de adesão às audiências de custódia pelo TJGO. Cerca de 100 manifestantes já esperavam o ministro desde o início da cerimônia, do lado de fora do Tribunal. A reunião entre representantes da categoria e Lewandowski durou cerca de cinco minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.