Presidente da afastado do PSD nacional, ministro das Cidades disse ao Jornal Opção que não existe nenhuma suspeição contra a presidente Dilma Rousseff

Gilberto Kassab, ministro das Cidades, em Goiânia | Marcello Dantas
Gilberto Kassab, ministro das Cidades, em Goiânia | Marcello Dantas

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), afirmou que não existe nenhum motivo para a continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional, na manhã desta terça-feira (15).

[relacionadas artigos=”54369,54539″]

“Estou entre aqueles que torcem para que as instituições continuem funcionando. Nós não apoiamos a ideia do impeachment. Não vejo nenhum motivo. É pessoa correta e eleita pelo povo. Sobre sua imagem não há nenhuma suspeição, e nem contra seus atos, condutas e moral”, avaliou, em entrevista ao Jornal Opção.

Presidente afastado do PSD nacional, Kassab esteve na capital para participar de eventos com o governador Marconi Perillo (PSDB) e de seminário da legenda no Centro de Convenções de Goiânia.

Aceito pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o processo de impedimento de Dilma está paralisado no Supremo Tribunal Federal (STF) e aguarda decisão pela continuidade ou não.

Leia mais:
Conselho vota pela continuidade de ação contra Cunha
PF cumpre mandados de busca e apreensão contra Cunha