Em congresso, governador Marconi Perillo se encontra com ex-presidente FHC

“Cabe a nós, representantes do setor público e privado, propor novos caminhos”, disse fundador e presidente mundial do Lide, João Doria Júnior

André Rocha – presidente do Sifaeg/Sifaçúcar e do Fórum Nacional Sucroenergético

Governador Marconi Perillo, ex-presidente FHC, deputado federal Alexandre Baldy e presidente do Sifaeg/Sifaçúcar André Rocha / Foto: Facebook

Iniciado neste domingo (19/4), o 14º Fórum de Comandatuba recebeu diversas figuras políticas, entre elas o governador Marconi Perillo (PSDB) e o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Evento vai até a próxima terça-feira (21/4). Durante um seminário, FHC afirmou que o Brasil não pode perder poder diante da América Latina.

Organizado pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), o fórum, realizado na Ilha de Comandatuba, no Sul da Bahia, debate o papel dos líderes de desenvolvimento econômicos e social na América Latina. Além do FHC, os ex-presidentes do México, Vicente Foz, Uruguai, Luis Alberto Lacalle, e Bolívia, Jorge Quiroga.

Fundador e presidente mundial do Lide, João Doria Jr. apontou para a crise econômica e política brasileira, assegurando que soluções devem ser buscadas. “Cabe a nós, representantes do setor público e privado, propor novos caminhos”, disse.

2 respostas para “Em congresso, governador Marconi Perillo se encontra com ex-presidente FHC”

  1. Empresários propõem novos caminhos. Parabéns, João Dória Jr. e André Rocha (Sifaeg/Lide/GO).
    Agora, seria o PSDB um “novo” caminho?
    – A revista Época trouxe um artigo de Fernando L. Schüler, sob o título “A Oposição sem Dentes” em que analisa a “relutância do Psdb em abraçar a tese do impeachment de Dilma”. Segundo Schüler, essa espécie de relutância “está no DNA do partido. Na selva política brasileira, os tucanos causam alvoroço mas não mordem”.
    A manchete de capa de Época é mais incisiva do que a do articulista. Chama de “Scooby-Do” o partido de FHC e dos demais sociais-democratas (no fundo gramscistas quase todos) em que se nota que não são do tipo capazes de enfrentar “o lento perfurar da tábua dura da política” (M.Weber). Será?

  2. Empresários propõem novos caminhos. Parabéns, João Dória Jr. e André Rocha (Sifaeg/Lide/GO).
    Agora, seria o PSDB um “novo” caminho?
    – A revista Época trouxe um artigo de Fernando L. Schüler, sob o título “A Oposição sem Dentes” em que analisa a “relutância do Psdb em abraçar a tese do impeachment de Dilma”. Segundo Schüler, essa espécie de relutância “está no DNA do partido. Na selva política brasileira, os tucanos causam alvoroço mas não mordem”.
    A manchete de capa de Época é mais incisiva do que a do articulista. Chama de “Scooby-Do” o partido de FHC e dos demais sociais-democratas (no fundo gramscistas quase todos) em que se nota que não são do tipo capazes de enfrentar “o lento perfurar da tábua dura da política” (M.Weber). Será?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.