Em busca de acordos bilaterais, Bolsonaro cumpre agenda na Índia

Presidente chega nesta sexta-feira ao país asiático com ampla comitiva e previsão de visita ao mausoléu Taj Mahal

Taj da Mahal: pessoas rodeiam tumba. É proibido fotografar em seu interior

O presidente Jair Bolsonaro desembarca em Nova Délhi (Índia) nesta sexta-feira, 23, com o objetivo de estabelecer acordos bilaterais em áreas como segurança cibernética, bioenergia e saúde com o país que alcançou um crescimento econômico médio de 7% ao ano na última década. Neste primeiro dia o presidente brasileiro não tem compromissos oficiais previstos.

No sábado, 25, Jair Bolsonaro terá reuniões com o presidente indiano, Ram Nath Kovind, e com o primeiro-ministro Narendra Modi. Em seguida, Bolsonaro tem na agenda uma visita ao memorial em homenagem a Mahatma Gandhi. No mesmo dia deve ocorrer a assinatura de pelo menos dez acordos bilaterais.

O governo Bolsonaro tem articulado os novos acordos comerciais com o intuito de reduzir a dependência do país em relação à China, e para tal levou uma ampla comitiva, que conta com os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Teresa Cristina (Agricultura) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o secretário da Pesca, Jorge Seif, o senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Sem Partido-SP) e o deputado federal Filipe Barros (Sem Partido-PR) também devem acompanhar o presidente.

Antes de embarcar de volta para o Brasil, o presidente fará uma visita a Agra, onde fica o famoso mausoléu Taj Mahal. É o último compromisso de Bolsonaro, que deve estar de volta ao país na terça-feira, 28.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.