Em ato nacional, 16 prefeitos de Goiás se filiam ao PSDB. Veja lista

Insatisfeitos com seus partidos de origem, políticos aderem ao tucanato. Com as novas filiações, PSDB espera aumentar o número de prefeitos no estado

| Foto: Alexandre Parrode

O prefeito de Quirinópolis, Odair Rezende, é um dos novos filiados | Foto: Alexandre Parrode

O PSDB recebeu, nesta sexta-feira (14), 16 novas filiações de prefeitos de todo o estado de Goiás em ato que ocorreu simultaneamente em várias cidades brasileiras. A cerimônia de filiação foi comandada pelo governador Marconi Perillo e contou com a presença dos deputados federais Giuseppe Vecci, Alexandre Baldy e Waldir Soares.

Segundo o presidente estadual do PSDB, Afrêni Golçalves, o objetivo do partido com as novas filiações é se fortalecer no pleito do próximo ano, para eleger ainda mais prefeitos no estado: “A expectativa é muito boa. Vamos ampliar e muito esse atual número de 52 prefeituras dirigidas pelo PSDB”. Para ele, o principal atrativo do partido hoje é, sem dúvidas, o governador Marconi Perillo.

“As pessoas que estão se filiando ao PSDB não estão fazendo isso por acaso, é porque eles viram que Goiás, que antes era um estado periférico, hoje é referência para todo o Brasil em todos os aspectos”. O prefeito de Porteirão, Jose Cunha, concorda: “A maior liderança de Goiás hoje é Marconi Perillo, que tem muita experiência”.

Cunha é um dos prefeitos que foi alvo de pedido de expulsão do PMDB por parte do deputado estadual José Nelto (PMDB), depois que resolveram apoiar Marconi Perillo na última eleição. Ele comentou a atitude do deputado, dizendo que ele deveria repensar sua solicitação e respeitar os demais políticos do partido.

“Nós somos eleitos pela nossa comunidade. No momento de tomar a decisão de apoiar o governador, nós pensamos na nossa cidade. O partido tá arcaico, ele não se renova. Temos que nos preocupar com aquilo que a comunidade abraça”, rebateu Cunha.

Outro prefeito que se filiou por insatisfação com seu antigo partido é o prefeito de Quirinópolis, Odair Resende. “Eu fui expulso do Democratas pelo senador Ronaldo Caiado. Ele fixou que todos os filiados ao DEM só teriam alguma chance de continuarem no partido se apoiassem o PMDB”, afirmou. “Então não tem como a gente ficar”, sentenciou.

Confira a lista completa de prefeitos:

  • Abadia de Goiás – Romes Gomes (PSB)
  • Arenópolis – Osvaldo Pinheiro (PMDB)
  • Água Fria de Goiás – José de Deus Silva (PPS)
  • Brazabrantes – Márcio Antônio Machado (PMDB)
  • Buriti Alegre – Marco Aurélio Naves (DEM)
  • Cezarina – João Gladson de Paula (PRP)
  • Doverlândia – Roberto de Faria (PTN)
  • Itaguari – Agnaldo Gonzaga (PDT)
  • Itarumã – Washington Medeiro (PTdoB)
  • Itauçu – Moacir Dias (PT)
  • Padre Bernardo – Francisco de Moura (PDT)
  • Porteirão – José Cunha (PMDB)
  • Quirinópolis – Odair Resende (DEM)
  • Santo Antônio de Goiás – Frederico Marques (PTB)
  • Silvânia – José Faleiro (PT)
  • Terezópolis – Francisco Alves Júnior (PMDB)

Deixe um comentário