Em ano de plano diretor, aliado de Iris avisa: “Especuladores que se cuidem”

Vereador Paulo Magalhães (PSD) disse que empreiteiros destruíram maioria dos parques da capital, mas não terão vez nessa legislatura

Paulo Magalhães | Foto: Ludmilla Gondim

O vereador Paulo Magalhães (PSD) alertou, durante entrevista ao Jornal Opção, que mesmo sendo da base do prefeito Iris Rezende (MDB) não aceitará qualquer interferência dos especuladores imobiliários na discussão do novo Plano Diretor de Goiânia.

Segundo ele, o setor já destruiu quase todos os parques da capital, com a construção de espigões, que rebaixam e impedem a recarga do lençol freático, mas as novas diretrizes irão coibir a “farra” das construtoras.

“Se os empresários estão pensando em fazer ‘arrumadinhos’ com vereadores, vamos denunciar todos aqueles que participarem. Aqui não é dando que se recebe não. Estaremos atentos ao plano diretor. Os empresários que se cuidem!”, avisou.

Magalhães, que foi um dos responsáveis pelo forte movimento que impediu a flexibilização das leis para construção de prédios no Jardim Botânico, ressaltou que foi eleito para fiscalizar, cobrar da prefeitura e denunciar o que estiver errado.

“Sou da base do prefeito, mas não sou empregado dele, sou um agente da sociedade. Nesse novo plano diretor, vamos discutir, fazer audiências públicas, não será a toque de caixa… Nada que prejudique a população vamos aceitar, ninguém está disposto a agradar empresários da construção civil”, completou.

A gestão Iris realizou três audiências públicas no ano passado para apresentar as novas diretrizes para o desenvolvimento da cidade, no entanto, decidiu enviar a minuta do plano diretor à Câmara Municipal só em fevereiro.

 

Deixe um comentário