Em 229° no ranking do TCM, vereadores cobram que Iris dê mais transparência às contas da capital

Prefeito reconheceu falhas

Segundo o relatório do TCM, o portal de transparência de Goiânia é um dos piores do Estado (Foto: Mayara Carvalho)

Relatório do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM) que aponta Goiânia na 229º posição dentre os 246 municípios goianos no quesito transparência ganhou repercussão entre os vereadores durante a prestação de contas do prefeito Iris Rezende (MDB), na manhã desta segunda-feira (29), no plenário da Casa de Leis.

“Isso é muito grave, se os secretários não estão querendo ser transparentes é porque tem algum problema”, declarou o vereador Elias Vaz (PSB), recém-eleito deputado federal.

Segundo o relatório do TCM, o portal de transparência de Goiânia é um dos piores do Estado. São avaliados 16 itens. Goiânia foi nota zero em receitas, despesas, divulgação de diárias e passagens e divulgação da estrutura. “Acho que o senhor tem que dar uma determinação para os secretários nesse sentido”, cobrou Elias Vaz.

O prefeito reconheceu as falhas. Segundo ele, “na próxima avaliação Goiânia vai estar em primeiro lugar”. “Eu convoquei os três secretários na minha mesa e perguntei como eles explicavam isso. Engraçado, a prefeitura tem o trabalho mais perfeito que possa haver, mas estava havendo um desencontro entre as secretarias envolvidas”, alegou Iris.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.