Eduardo Cunha pode bancar filha para deputada federal em 2018

Danielle Cunha pode ser o espólio político do ex-presidente da Câmara, condenado na Lava Jato

Cunha, Danielle e Claudia Cruz | Foto: reprodução

A revista “Veja” registra, neste sábado (22/7), o absurdo dos absurdos: da cadeia, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), articula a possível candidatura da filha mais velha, Danielle, no ano que vem.

Segundo a publicação, o objetivo é utilizar as bases do peemedebista para elegê-la a deputada federal em 2018. Não será nenhuma surpresa se lograr êxito, afinal, Clarissa Garotinho (PR), filha de Anthony Garotinho (PR), foi eleita em 2014 como a segunda mais bem votada.

Eduardo Cunha foi condenado a 15 anos de prisão no âmbito da Operação Lava Jato e  está preso desde o ano passado no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.