Concurso da Polícia Federal é suspenso

Decisão foi divulgada no site do Cespe/UnB, banca examinadora responsável pelas provas. Ação foi protocolada pelo Ministério Público Federal

O concurso público para Polícia Federal foi suspenso pelo Ministério Público Federal (MPF) devido falhas no exame de aptidão física. O edital, que oferecia 600 vagas de agente, não especificava o curso da formação profissional em relação a candidatos com deficiência. A decisão foi divulgada no site do Cespe/UnB nesta semana.

Também foi solicitado que se avalie a compatibilidade das deficiências apresentadas pelos candidatos com o curso do estágio probatório, levando em consideração a atribuição do cargo pleiteado. O edital deve prever as condições clínicas dos candidatos, sendo que a incapacidade ou inaptidão para exercer determinada função não resulte na exclusão do concorrente.

“Na prática, frusta a concretização desse direito, uma vez que está explicito nas disposições que não haverá adaptação do exame de aptidão física, do exame médico, da avaliação psicológica ou do Curso de Formação Profissional às condições do candidato, com deficiência física ou não”, diz o documento encaminhado pelo MPF.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.