Durante a inauguração de obras no Hugo, Marconi diz que unidade caminha para ser Hospital Escola

Passando pelas enfermarias, Marconi ouviu dos próprios pacientes elogios à qualidade do atendimento prestado no hospital

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em visita ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) nesta quarta-feira (25/6), o governador Marconi Perillo afirmou que a unidade caminha rumo a se tornar um Hospital Escola. A declaração foi feita durante a inauguração de mais duas alas de enfermaria no hospital — “Dr. Milton Barbosa de Lima” e “Dr. Francisco Ludovico de Almeida Neto” – de melhoria na recepção e da capela ecumênica.

Passando pelas enfermarias, Marconi ouviu dos próprios pacientes elogios à qualidade do atendimento prestado no hospital. Um deles chegou a brincar com o governador: “Sou viajante, esse é o melhor hotel que encontrei nos últimos anos”.

Marconi ressaltou que o governo tem a pretensão de não só transformar o Hugo em um grande centro de excelência de saúde, mas também de pesquisa e ensino. Ele também garantiu que a construção do Hugo 2 vai ajudar a reduzir a demanda do Hugo. O próximo desafio, segundo o governador, é humanizar o hospital, aos moldes do Hospital Geral de Goiânia (HGG).

O diretor do Instituto HUGO de Ensino e Pesquisa, Luiz Fernando Martins, concorda com a opinião de Marconi de que o hospital caminha para se consolidar numa faculdade de Saúde. Hoje, contou, o Hugo conta com 49 residentes médicos e, no ano passado, 1.258 estagiários prestaram serviços na unidade, que terá em breve residência em UTI, cirurgia traumatológica e anestesia. Ele também explicou que o hospital investirá na chamada “simulação realística”, com uso da robótica em cirurgias de alta complexidade.

Acompanharam o governador, na inauguração, secretários de Estado, deputados federais, estaduais, diretores do Instituto Gerir, o prefeito de Aruanã, Paulinho Peixe Vivo, o ex-prefeito de Goiânia, Nion Albernaz, profissionais da Saúde e representantes de entidades médicas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.