Distante da política, Heuler Cruvinel avalia união de Paulo do Vale e Lissauer Vieira como positiva

Afastando a hipótese de pleitear cargo político em 2020, o ex-deputado afirma que a oposição do município não irá morrer e aposta no surgimento de novas figuras

Mesmo se considerando distante do atual jogo político, o ex-deputado federal Heuler Cruvinel (PP) afirmou ao Jornal Opção nesta terça-feira, 17, estar observando os movimentos de união política entre o atualmente prefeito, Paulo do Vale (sem partido) e o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira (PSB).

O ex-parlamentar afirma que não está fazendo parte do processo de aproximação, mas avalia que deve ser positiva para o município. O político considera que o atual prefeito “nunca foi de fazer alianças”. A partir da união, segundo Heuler, o município pode ver facilitada a obtenção de recursos.

Sobre a diluição da oposição em Rio Verde, já que a união entre Paulo e Lissauer significa a junção de dois fortes grupos políticos até então antagônicos um a outro, Heuler aposta no surgimento de novas figuras políticas caracterizadas como oposição.

“Hoje eu não vejo nenhum nome, mas deve surgir. A população tem buscado o novo e é provável que surja alguém que consiga competir com o prefeito em 2020”, considerou o ex-deputado, que afasta a hipótese de pleitear cargo político no próximo ano.

Já sobre a possível ida de Paulo do Vale para o PP, sigla a qual faz parte, Heuler confirma que a filiação é, de fato, uma possibilidade e a vê como positiva.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.