Diretor da Uber leva murro de taxista dentro do Senado Federal

Casa de leis vota nesta terça-feira projeto que deixa mais rígidas as regras para serviços oferecidos por meio de aplicativos de transporte

O diretor de comunicação da Uber foi agredido por um taxista na tarde desta terça-feira (31/10) dentro do prédio do Senado Federal, durante votação do Projeto de Lei Complementar 28/2017, que deixa mais rígidas as regras para serviços oferecidos por meio de aplicativos de transporte, como Uber e 99POP. As informações são do site Metrópoles.

Fábio Sabba concedia uma entrevista no túnel de ligação entre os anexos e o prédio principal do Senado, quando teria levado um murro no rosto do taxista, que ainda não foi identificado. Segundo a imprensa nacional, o golpe lhe atingiu no meio do rosto, deixando-o atordoado e autor saiu correndo após atingi-lo.

O representante prestou queixa contra o profissional na Polícia Legislativa e passará por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal do DF. Depois do episódio de agressão, o Senado restringiu o acesso ao prédio.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.