Dias antes de suspender todas as medidas de restrição, Reino Unido vê número de casos aumentar

O Reino Unido registrou o maior número de casos desde janeiro

Foto: Henry Nicholls/Reuters

Nesta sexta-feira, 16, o Reino Unido registrou 51.870 novos casos de covid, maior número desde o dia 15 de janeiro. O dado alarmante é constatado dias antes do país retirar todas as medidas de restrição. Diante dos fatos, cientistas de vários países pedem para que as medidas continuem.

Os cientistas alegam do risco da variante Delta e também temem que outros países se contaminem por conta dessa quebra de restrição. Em nota, eles afirmaram que “Os ministros foram informados de que essa decisão deve causar entre um e dois milhões de casos nas próximas semanas e potencialmente entre 7 e 10 milhões até o final do ano, com um pico de mais de 100 mil infecções diárias durante o verão”.

Mesmo com o crescente número de casos de covid, o primeiro-ministro Boris Johnson continua firme na decisão de acabar com as medidas de restrição. Isso porque 52% da população do Reino Unido está totalmente imunizada, enquanto que 67,9% já tomou pelo menos a primeira dose. Os número de óbitos também continuam baixos, com 49 mortes registradas nesta sexta-feira, 16.

As medidas de restrição, estão programadas para deixarem de serem exigidas na próxima segunda-feira, 19. Com isso, máscaras não serão mais exigidas em transportes públicos e lojas, além de boates, pubs, bares e restaurantes poderem voltar a funcionar com sua total capacidade de público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.