Desembargador elogia quitação de precatórios da prefeitura

Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Leobino Chaves, parabenizou repasse de quase R$ 24 milhões feito administração municipal

paulo-garcia-leobino-foto-alexandre-parrode

Desembargador Leobino: “Continue tendo sucesso na sua administração” | Foto: Alexandre Parrode/ Jornal Opção

A Prefeitura de Goiânia repassou, nesta sexta-feira (13/11), ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) quase R$ 24 milhões, valor suficiente para quitar todos os precatórios da administração municipal, em aberto desde 2008. Na cerimônia de entrega, o prefeito Paulo Garcia (PT) comemorou a medida, que foi elogiada pelo presidente do TJGO, desembargador Leobino Chaves.

Leobino destacou a difícil situação pela qual passam os credores destes precatórios. “Os credores ficam numa situação tormentosa quando entram na fila. Precatório é o purgatório. Mas quando as pessoas precisam, é um clamor muito grande”, ressaltou. Para ele, a medida “vai repercutir positivamente para quem tem necessidade de receber seus créditos”.

Leobino enalteceu a atitude de Paulo Garcia: “A Prefeitura está comprometida com a administração, parabenizo o senhor pela medida”. “Continue tendo sucesso na sua administração”, desejou ele.

“Eu não tenho como afirmar, mas acredito que nós sejamos uma das únicas, senão a única capital brasileira que nesse momento faz o repasse necessário para a quitação de todos os precatórios até o orçamento em andamento, de 2015”, afirmou Paulo. “Estamos contentes de resgatar mais esse compromisso”, completou.

“São precatórios de quase uma década, como muito bem realçou o presidente Leobino Chaves, além, naturalmente, do atendimento de diversas famílias que há anos anseiam por esses recebimentos”, afirmou o prefeito.

Pra Paulo Garcia, além do benefício direto para as famílias, a medida também é positivo para a economia. “É até uma movimentação da economia local, porque são recursos substanciais que passarão às mãos daqueles de direito”, disse ele.

Deixe um comentário