Empatado com Acre e Roraima e ficando atrás apenas de Rondônia, o Estado tem apenas uma rede municipal que teve duas pioras consecutivas no Ideb

Goiás apareceu em segundo lugar em um levantamento encomendado pelo “Estado de S. Paulo” sobre o desempenho de alunos do ensino fundamental público municipal no país, feito a partir de dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Os dados apontam redes municipais de ensino que tiveram duas pioras consecutivas no Ideb, que é um indicador bianual realizado pelo Ministério da Educação (MEC), em 2013 em relação aos resultados de 2011 e em 2011 em comparação com 2009.

Empatado com o Acre e Roraima, Goiás ficou atrás apenas da Rondônia, com apenas uma cidade apenas apresentando duas quedas consecutivas no índice. Rondônia não teve nenhum município que se encaixasse nessas características.

O levantamento, realizado pela Meritt Educacional, indica que 294 redes municipais tiveram piora desde 2009, sendo o pior resultado de São Paulo, com 44 redes.

Primeiro lugar

O ensino médio da rede estadual goiana conquistou, em 2014, o primeiro lugar no ranking nacional do Ideb. Os dados do índice indicaram melhora em toda a rede pública de Goiás, tanto municipal quanto estadual e federal.