Deputados articulam emenda para retirar alíquota extraordinária e quinquênio da Previdência

Pontos são alterados na PEC que muda regras de aposentadoria. Líder reforça necessidade da matéria para manter equilíbrio financeiro

Clima em véspera de recesso esquenta na Casa | Foto: Fernanda Santos/Jornal Opção

Os parlamentares articulam na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) a apresentação de uma emenda coletiva à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência. Segundo o deputado Coronel Adailton (PP), o objetivo é “retirar a alíquota extraordinária e progressiva, o quinquênio e melhorar regra de transição”.

A Casa, nesta quinta-feira, 12, conta com um auditório lotado de servidores. O líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), explicou que a matéria é necessária para que não se agrave a situação financeira do Estado.

“Nenhum político quer trabalhar contra o servidor, mas é melhor analisarmos agora para que em um futuro próximo não aconteça como no Rio de Janeiro. É hora de analisarmos e todos contribuírem para o equilíbrio fiscal, para que amanhã o maior penalizado não seja o servidor público, porque não vai receber o salário no dia, muito menos a aposentadoria”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.