Deputado petista critica Kátia Abreu e afirma que vai apresentar lista de todos os latifúndios do País

Valmir Assunção, eleito para o Congresso pela Bahia, atacou a nova ministra após esta declarar que “não existe mais latifúndio no Brasil”

Deputado Federal Valmir Assunção (PT/BA) e ministra Kátia Abreu (PMDB) - crise sobre latifúndios | Fotos: reprodução / Facebook / Fernando Leite

Deputado Federal Valmir Assunção (PT-BA) e ministra Kátia Abreu (PMDB) – crise sobre latifúndios | Fotos: reprodução / Facebook / Fernando Leite

Um dia depois da nova ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), declarar ao jornal Folha de S. Paulo que “não existe mais latifúndio no Brasil”, um dos representantes do movimento sem terra no Congresso Nacional, o deputado Valmir Assunção (PT-BA), afirmou que, tão logo se inicie os trabalhos, vai divulgar e entregar à ministra uma lista de todos os latifúndios do País.

Militante e assentado do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o deputado também prometeu apresentar em plenário as informações coletadas pela Comissão da Verdade sobre o massacre de povos indígenas por latifundiários.

Isso porque, de acordo com a assessoria do petista, Kátia teria acusado os índios de, em vez de permanecerem nas florestas, invadirem as plantações de fazendeiros no Mato Grosso do Sul.

Segundo informações de Assunção, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) afirma que mais de 100 milhões de hectares de terra estão nas mãos de latifundiários.

Repercussão negativa

Além do deputado petista, a própria Folha divulgou, na tarde desta terça-feira (6/1), uma reportagem contradizendo a ministra. Segundo o veículo, as grandes propriedades — sendo essas as com mais de mil hectares — ocupam 45% da área voltada a estabelecimentos rurais no país.

O levantamento apresentado pela Folha — o Censo Agropecuário de 2006, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado em 2009 — foi feito de maneira declaratória, ou seja, a partir do que informou os proprietários rurais nas entrevistas.

As pequenas propriedades (com menos de dez hectares) respondiam por apenas 2,3% do território brasileiro classificado como estabelecimento rural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.