Deputado goiano articula criação de CPI para investigar JBS

Alexandre Baldy já conseguiu 100 assinaturas e precisa de 171

Deputado federal Alexandre Baldy | Foto: Alex Ferreira

O deputado goiano Alexandre Bady (Podemos), juntamente com senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), está colhendo assinaturas para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista para investigar as operações financeiras da JBS.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do Jornal O Globo, o deputado já conseguiu mais de 100 assinaturas, mas precisa de 171 de deputados, além de 27 de senadores, para a instalação do colegiado.

Além da CPI para investigar as operações da empresa no mercado financeiro, o Congresso articula um projeto que obriga delatores a devolverem o dinheiro que lucraram no mercado com ajuda de informações privilegiadas de suas delações.

Delação

O empresário e presidente da J&F (holding que controla a JBS), Joesley Batista, entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o conteúdo de uma gravação na qual o presidente Michel Temer (PMDB) dá o aval para a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O encontro teria acontecido no dia 7 de março, no Palácio do Jaburu, em que Joesley Batista aparece contando a Temer que estava dando a Cunha e ao operador Lúcio Funaro — ambos presos no âmbito da Operação Lava Jato — uma mesada de R$ 500 mil para que não assinassem qualquer tipo de colaboração ou delação. Diante da informação, o presidente teria respondido: “Tem que manter isso, viu?”.

Em coletiva de imprensa, Temer negou veementemente todas as denúncias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.