Deputado federal Zé Mário Schreiner faz ato em apoio ao candidato a prefeito de Goiânia Vanderlan Cardoso

Parlamentar reuniu lideranças e apoiadores para promover propostas do candidato da ‘Coligação Goiânia em um Novo Momento

Foto Reprodução.

O deputado federal Zé Mário Schreiner (DEM) reuniu lideranças e apoiadores para realização de um ato político de apoio à candidatura de Vanderlan Cardoso (PSD) à prefeitura de Goiânia. Objetivo foi promover as propostas do candidato da ‘Coligação Goiânia em um Novo Momento’.

“Precisamos de um prefeito voltado para o desenvolvimento econômico e social. Eu sempre digo que o Vanderlan nasceu para o executivo. Ele vem da iniciativa privada e soube superar todos os desafios da vida dele. Eu não tenho dúvida que Goiânia vai seguir em uma rota importante. E não existe programa social melhor que um bom emprego”, afirmou Zé Mário.

Em resposta, Vanderlan afirmou que o colega de Congresso Nacional é um deputado federal competente, além de ser reconhecido pelo que já fez no segmento do agronegócio em Goiás e no Brasil. O candidato reforçou que Goiânia tem potencial pra crescer nessa área, por mais que algumas pessoas não tenham conhecimento disso.

“Andando pela cidade, conhecendo mais a fundo a realidade, vimos muitas pessoas que trabalham com agricultura familiar, cultivo de peixes e outros produtos que abastecem nossa capital. Precisamos de um novo ciclo de desenvolvimento, para que as pessoas possam melhorar a renda e gerar mais empregos”, afirmou o candidato do PSD.

A coligação Goiânia em um Novo Momento é composta por sete partidos, incluindo o PSD, que encabeça a chapa: PSD, PSC, Democratas, Progressistas, PTB, PMN e Avante.

Agricultura Familiar

Zé Mário, que também preside o Sistema Faeg, pretende fazer parcerias de agricultura familiar em Goiânia, com hortas na cidade para que ajudem na alimentação das creches, por exemplo. “Queremos projetos de sustentabilidade e sabemos que você, Vanderlan, pode fazer isso” disse.

O candidato concordou com os apontamentos do deputado e lembrou que os números de Goiânia, da participação da cidade na geração de riquezas no Estado, poderiam ser muito maiores, visto que caíram de 35% para apenas 15% nos últimos 25 anos.

“Muitas indústrias foram embora, porque tomaram a decisão de que a cidade seria focada em serviço e comércio. Esse ciclo precisa ser encerrado e precisamos entrar em um novo momento de desenvolvimento”, finalizou Vanderlan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.