Deputado eleito, Humberto Teófilo vai propor fim do auxílio moradia

Futuro parlamentar articula assumir presidência da Assembleia

Deputado estadual eleito pelo PSL, delegado Humberto Teófilo (Foto: divulgação)

Deputado estadual eleito pelo PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, delegado Humberto Teófilo pretende ser um dos parlamentares mais atuantes na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) no próximo governo. Humberto almeja estrear os trabalhos na Casa como presidente. Ele já declarou que é candidato à presidência da Alego e afirmou que tem trabalhando e está articulando com outros deputados para conseguir o feito. Além do delegado, o PSL também elegeu Paulo Trabalho como deputado estadual.

Uma das bandeiras defendidas pelo delegado Humberto Teófilo é a redução de “mordomias” concedidas aos parlamentares. “Sou contra auxílio moradia e vou conversar com os deputados para acabar com isso. Eu vou propor o fim desse auxílio”, garantiu em entrevista ao Jornal Opção.

Divergências partidárias

O futuro deputado estadual do PSL vai fazer parte da base do governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Porém mesmo antes de assumir o cargo, o deputado demostra que não cederá a todos os desejos do futuro governador. Grande parte da base de Caiado articula para que o Orçamento Impositivo seja adiada e que só comece a valer em 2021, mas Humberto Teófilo afirma ser contrário a PEC apresentada pelo deputado Bruno Peixoto (MDB) que pretende prorrogar a obrigatoriedade do Poder Executivo Estadual realizar o pagamento das emendas parlamentares impositivas.

“Sou favorável ao Orçamento Impositivo. Acho que o deputado precisa ter essa independência, precisa disso para atender vários municípios. Sou aliado do Caiado, mas nesse quesito, do Orçamento Impositivo, sou favorável”, afirmou o deputado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.