Depois de negar interesse, Ronaldinho Gaúcho se filia ao PRB do DF

Um mês antes de entrar para o partido da Igreja Universal, ex-jogador preferia evitar o assunto

Ronaldinho Gaúcho, que um mês antes fugiu do assunto, se filiou ao PRB do DF | Foto: Divulgação/PRB Nacional

“Não não. Não não. Não quero. Obrigado, mas não.” Um mês depois de dar esta resposta ao Jornal Opção sobre o possível interesse em disputar vaga ao Senado nas eleições de 2018, o recém-aposentado jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho se filiou ao PRB do Distrito Federal. A assinatura das fichas de filiação dele e do irmão, empresário de Ronaldinho e também ex-atleta Assis, se deu em Brasília na terça-feira (20/3).

A entrada de Ronaldinho Gaúcho para o PRB, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, marca uma nova empreitada na vida do jogador aposentado. Festejado por membros da sigla por ter sido eleito duas vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa (2004 e 2005), o “rei do dibre” é cotado para ser pré-candidato ao Senado. Na pior das hipóteses, ele disputaria uma cadeira na Câmara dos Deputados em outubro.

Um dos agora parceiros políticos de Ronaldinho que vibrou bastante com a filiação do craque responsável por um dos gols mais bonitos da Copa do Mundo de 2002 – na virada por 2 a 1 contra a Inglaterra – foi o líder do PRB na Câmara, deputado Celso Russomanno. “Já fez muito pelo esporte como jogador e espero que faça como político”, pontuou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.