Depois de se encontrar com sua irmã Valentina, pequena Heloá, umas das gêmeas siamesas que passou por cirurgia de separação em Goiânia, apresentou uma melhora significativa, segundo o médico Zacharias Calil. As duas seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad). Em vídeo publicado, no último sábado, 4, Heloá aparece passando um brilho labial sozinha. Veja:

As irmãs siamesas de três anos dividiam parte do tórax, bacia, fígado, abdômen, intestino delgado e grosso, além de genitálias. A expectativa da equipe é que ele seja destubada ainda nesta semana por já não apresentar mais febre nem crises compulsivas.

Depois da cirurgia realizada no dia 11 janeiro, Valentina foi a gêmea que apresentou o estado de saúde mais delicado. Boletim médico divulgado nesta segunda-feira, 6, informa que ela segue se alimentando pelas veias e que ela já acorda algumas vezes durante o dia.

Helóa, destubada, já pode fazer passeios fora da UTI. Na manhã de sábado, ela pode visitar a irmã Valentina e o encontro comoveu a família das meninas e a equipe médica que as acompanha. O vídeo do momento também foi divulgado, veja:

A cirurgia de separação das meninas durou mais de 10 horas e contou com a participação de cerca de 50 profissionais. Mas, para o médico que fez a operação, as duas meninas ainda devem voltar a ser operadas daqui algumas semanas. As gêmeas nasceram em Guararema, no interior de São Paulo, mas já moram em Goiás há mais de dois anos por conta dos tratamentos de saúde.