Depois de eliminação para Peru na Copa América, Dunga é demitido da seleção

Técnico da equipe masculina foi mandado embora nesta terça-feira (14/6). Decisão foi comunicada à imprensa por meio de nota enviada pela CBF

O gaúcho Dunga, de 52 anos, não é mais o técnico da seleção brasileira masculina de futebol | Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O gaúcho Dunga, de 52 anos, não é mais o técnico da seleção brasileira masculina de futebol | Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Dunga não é mais o técnico da seleção brasileira de futebol masculino. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou na tarde desta terça-feira (14/6) por meio de nota que Dunga, o coordenador de seleções Gilmar Rinaldi e toda a equipe do treinador foram demitidos. O nome mais cotado para assumir o posto é Tite, que está no Corinthians.

A decisão foi tomada em reunião na tarde hoje após a eliminação do Brasil na Copa América, realizada nos Estados Unidos. A seleção masculina comandada por Dunga deixou a competição depois de perder por 1 a 0 para a equipe peruana. Antes, o a seleção brasileira tinha empatado com o Equador por 0 a 0 no dia 4 de junho e vencido o Haiti por 7 a 1, no jogo em que o time haitiano marcou pela primeira vez na história um gol no Brasil, em 8 de junho.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, deve convidar o técnico Tite, do Corinthians, para assumir a seleção brasileira masculina de futebol logo após a reunião.

Carlos Caetano Bledorn Verri, de 52 anos, é natural de Ijuí, no Rio Grande do Sul. Em sua segunda passagem pela seleção masculina como técnico, fez sua estreia em 5 de setembro de 2014, após a demissão do técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, que em 8 de julho de 2014 perdeu a semifinal da Copa do Mundo no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), por 7 a 1 para a Alemanha, no episódio que ficou conhecido como Mineiraço.

Na estreia de Dunga em 2014, o Brasil venceu, em Miami, nos Estados Unidos, a Colômbia por 1 a 0. De lá para cá foram 18 vitórias, cinco empates e três derrotas. Os resultados negativos aconteceram contra a Colômbia na Copa América de 2015, quando o Brasil perdeu por 1 a 0 (17 de junho) em Santiago, no Chile, contra a seleção chilena na estreia das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 por 2 a 0, também na capital do Chile, e no domingo (12) para o Peru por 1 a 0 em derrota contestada por ter sido um gol de mão que decretou a derrota brasileira e a eliminação da seleção da Copa América em Foxborough, nos Estados Unidos.

Como jogador, Dunga disputou as Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998. Entre 1987 e 1998, o volante jogou 91 jogos pela seleção e fez sete gols. Foi o capitão da conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos e da derrota na final da Copa do Mundo na França por 3 a 0 para a equipe da casa.

A estreia como técnico aconteceu na seleção brasileira. Entre 2006, depois da Copa do Mundo, e 2010, até a eliminação do Brasil para a Holanda por 2 a 1 nas quartas-de-final, foram 60 jogos como treinador, com 42 vitórias, 12 empates e seis derrotas. Nesse período, Dunga também comandou a seleção olímpica, que teve oito vitórias e uma derrota, justamente nas semifinais das Olimpíadas de Pequim, em 2008, por 3 a 0 para a Argentina.

Conquistou como treinador da seleção brasileira masculina de futebol os títulos da Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009.

Dunga foi também treinador do Internacional (RS), onde comandou a equipe por 52 jogos, nos quais conseguiu 25 vitórias, 18 empates e nove derrotas. Como jogador, entre 1982 e 2000, Dunga foi revelado pelo Internacional e encerrou sua carreira no colorado gaúcho. Jogou também no Corinthians, Santos, Vasco da Gama, nos italianos Pisa, Fiorentina e Pescara, além do japonês Júbilo Itawa.

Títulos

Dunga, como jogador, conquistou os Campeonatos Gaúchos de 1982 e 1983, o Carioca de 1987, o Japonês em 1997 e 1998. Como volante da seleção foi campeão do Sul-Americano Sub-20 (1983), Copa do Mundo Sub-20 (1983), Torneio Pré-Olímpico (1984), Copa América (1989 e 1997), Copa do Mundo (1994) e Copa das Confederações (2007).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.