Depoimento de Pazuello é remarcado para o dia 19 de maio

O depoimento do ex-ministro da Saúde seria amanhã, mas ele informou que não iria comparecer por ter tido contato com pessoas contaminadas por coronavírus

O depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na CPI da Covid, que seria nesta quarta-feira, dia 5, foi remarcado para o próximo dia 19 de maio por decisão do presidente da Comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM). O parlamentar informou que aguardaria os 14 dias necessários para que o depomento de Pazuello, um dos mais esperados da CPI, ocorresse de forma presencial.

Aziz propôs a data de 19 de maio e a sugestão foi aprovada pelos demais integrantes da CPI. Hoje, 4, a CPI ouvi o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que esteve à frente da pasta de janeiro de 2019 a abril de 2020. O depoimento de Nelson Teich, também ex-ministro da Saúde de Jair Bolsonaro (sem partido) será realizado nesta quarta, 5, data antes reservada para Pazuello.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.