Dentre todos os 81 eventos oferecidos por Bolsonaro no Planalto, apenas 10 eram para tratar sobre Covid

O levantamento foi feito pelo Metrópoles e teve como base desde março de 2020 até a segunda quinzena de agosto de 2021

Entre março de 2020, mês em que começou a pandemia, até a segunda quinzena de agosto de 2021, o presidente Jair Bolsonaro realizou 81 cerimônias, dedicando apenas 10 para a Covid-19. Os números são com base em um levantamento do site Metrópoles focado na agenda presidencial.

O site analisou todas as cerimônias que aconteceram nos salões Nobre, Leste e Oeste do Palácio do Planalto, além dos eventos promovidos na Sala de Audiências da Presidência. Somente neste ano de 2021, que já se aproxima do fim, Bolsonaro realizou 35 cerimônias, mas apenas duas agendas estavam relacionadas à Covid-19. Vale lembrar que a situação do crise sanitária no país continua caótica, e o Brasil se aproxima dos 600 mil mortos pela doença.

Segundo os cálculos, o chefe do Executivo teria reservado então 64 horas e 30 minutos para tratar de outros assuntos que não estavam relacionados a pandemia. Mesmo em meio a crises como falta de oxigênio, medicamentos e leitos de UTIs para tratar de quem estava com a Covid-19, Bolsonaro dedicou apenas 10 horas e 10 minutos para discutir sobre a crise sanitária. Desse pouco tempo, muito foi falado sobre o chamado “tratamento precoce” que envolve uso de medicamentos como cloroquina e ivermectina que não apresentam comprovação científica de eficácia contra a Covid-19.

Outro dado apontado, foi que Bolsonaro só foi fazer uma cerimônia sobre o Covid-19 no Palácio do Planalto pela primeira vez, desde o início da pandemia em março, apenas no dia 30 de junho de 2020 para tratar sobre o auílio emergencial.

*Com informações do Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.