Delegado Waldir participa de comitiva que vai ouvir presos da Lava Jato em Curitiba

Deputado goiano é um dos dez integrantes da CPI da Petrobras a cumprir missão na capital paranaense no dia 24/4

Delegado Waldir (PSDB), durante CPI da Petrobras | Foto: Gabriela Korossy

Delegado Waldir (PSDB), durante CPI da Petrobras | Foto: Gabriela Korossy

O Delegado Waldir (PSDB) é um dos dez integrantes da CPI da Petrobras que vai a Curitiba no dia 24 de abril (sexta-feira) para ouvir os presos da Operação Lava Jato. A comitiva, liderada pelo presidente Hugo Motta (PMDB-PB), foi anunciada durante sessão na Câmara Federal desta quinta-feira (16/4).

Embora não tenha sido incluído no grupo original, o goiano solicitou a Motta que fizesse parte da comitiva, pois “tem grande interesse como deputado eleito, delegado e cidadão brasileiro”. O tucano afirmou, inclusive, que arcaria com suas próprias despesas, caso fosse necessário.

Além da visita ao juiz, o grupo deve visitar a sede da Petrobras e instalações das refinarias envolvidas.

“Esta, com certeza, é uma diligência de grande importância. Vamos colher interrogatórios dos presos, teremos acesso a informações sigilosas e outras provas que possam apurar quem é o chefe dessa organização criminosa. É importante sabermos sobre as participações de todos os agentes políticos envolvidos, inclusive Lula e Dilma. Além de estreitar o relacionamento com o Juiz Sérgio Moro, MPF e PF”, declarou o Delegado Waldir.

Além do goiano, participarão da missão os deputados Ivan Valente (PSOL-SP), Onix Lorenzoni (DEM-RS), Celso Pansera (PMDB-RJ), Júlio Delgado (PSB-MG), Léo de Brito(PT-AC), do 1º Vice Presidente da CPI, Antonio Embassahy (PSDB-BA), e o presidente Hugo Motta (PMDB/PB). Aloízio Mendes (PSDC-MG) aproveitou o pedido de Waldir para solicitar que seu nome fosse incluído também.

4
Deixe um comentário

4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Santos Mallman Santos

PUNIÇÃO CONTRA PT E PSDB…..DOIS PESOS E UMAS DEZENOVE MEDIDAS? Ação penal contra deputado TUCANO é extinta após 3 anos retida com desembargador Ação penal contra Barros Munhoz (PSDB), denunciado 33 VEZES por desvios, prescreve por ele completar 70 anos A ESCOLINHA DO PROFESSOR GERALDO BRINDEIRO EVITA QUE TUCANO VÁ PRA CADEIA! Ação contra tucano é extinta após 3 anos . A ação penal ficou RETIDA –sem andamento– por mais de TRÊS ANOS no GABINETE do então relator, desembargador Armando Sérgio Prado de Toledo, 59. Toledo é SUSPEITO de haver retardado a sentença para beneficiar o parlamentar TUCANO. A denúncia… Leia mais

Santos Mallman Santos

Enquanto os da Operação “Lava-Petista do Fim do Mundo” só trabalha pra quem “ terceirizou a justiça” ficamos dia a dia sem saber como estar a investigação de quem recebeu os 10 milhões que foram dados ao “morto” mas divididos também com os vivos; de como um terreno que supostamente é comprado por um tucano por 03 milhões pode ser “vendido” por 40 MILHÕES a essa mesma Petrobrás que a operação “Lava-Petistas” insiste que houvera desvios para o PT; até que ponto o Aécio recebeu “apenas” os 36 MILHÕES DE REAIS de Furnas que foi delatado pelo mesmo Youssef, onde… Leia mais

João Paulo Silveira

Uma contribuição circense impar! Era tudo o que a CPI e o respeitável publico mais careciam: espetáculo! Ah, esse “ilustre” foi um dos 16 goianos – a bancada da porteira – que votaram a favor da PL Mabel da terceirização.

Rogério

Podemos esperar mais ¨cenas deprimentes¨ provocadas pelo delegado eleito às custas de sensacionalismo e da ignorância do povo goiano.