Debate sobre cidades sustentáveis é último compromisso de Paulo Garcia no exterior

Prefeito da capital falou sobre projeto do Macambira-Anicuns a gestores de Madrid, Paris, Califórnia e Nova Iorque. Petista está em viagem desde o último dia 19

paulo garcia simpósio

Paulo Garcia participou de simpósio sobre cidades sustentáveis | Foto: Reprodução/Twitter

O último compromisso oficial do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), no Vaticano, foi participando do simpósio Cidades Sustentáveis,​​ Capacitando Pessoas, Preparando Prosperidade e Protegendo o Planeta, nesta quarta-feira (22/7).

Aproveitando a presença de gestores de diferentes países — como Espanha, Estados Unidos e França — o goiano falou sobre investimentos em sustentabilidade e preservação do meio ambiente na capital, como as obras do Programa Urbano-Ambiental Macambira Anicuns (Puama), parque linear construído na Região Sudoeste. Parte dela está prevista para ser entregue no aniversário de 82 anos da cidade, no dia 24 de outubro.

Na segunda-feira (20), Paulo Garcia recebeu elogios do embaixador brasileiro no Vaticano, o diplomata Denis Fontes de Souza Pinto, ao apresentar o projeto em reunião com outros prefeitos.

O simpósio debateu metas a serem discutidas na 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 21), a ser realizada em Paris, no fim do ano, além da nova agenda dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). O prefeito de Roma, Ignazio Marino, relatou como a cidade combate a exploração humana e como vive com a degradação ao meio ambiente. O prefeito de Nova Iorque, Bill De Blasio, contou como reduz a emissão de gás carbônico.

Em conversa com líderes de outras cidades, Paulo Garcia afirmou que vai intensificar a implantação de ciclovias e ciclofaixas na capital de Goiás, tema abordado também pelo prefeito de Bogotá, Gustavo Petro.

Na terça-feira (21), o prefeito e outros gestores assinaram a Encíclica Verde e participou de workshop sobre escravidão moderna e mudanças climáticas. O documento criado em junho pelo Papa Francisco defende ações imediatas em atenção à sustentabilidade. A carta é a primeira dedicada ao tema e já é considerada revolucionária por exigir dos líderes globais uma postura urgente para salvar o planeta e por questionar a ação humana na busca pelo desenvolvimento.

Desde o dia 19, o petista cumpre missão oficial com a diretoria da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), instituição da qual é vice-presidente em Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.