Cyro Miranda afirma que a atual gestão petista deixará “herança maldita” para a economia

Senador por Goiás criticou a postura adotada pela presidente e sua equipe de não reconhecerem os próprios erros na condução econômica do País

cyro miranda interna

Para o senador por Goiás Cyro Miranda (PSDB), as diversas manobras contábeis e o inchaço da máquina pública federal são as principais ações da gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) que precisam ser levadas em conta pelo eleitor na hora de decidir pela troca no comando do País. O senador –– cujo partido também tem um nome na disputa pelo Palácio do Planalto (Aécio Neves) –– assevera que a petista e sua equipe econômica deixarão uma “herança maldita” para o povo brasileiro, o que prejudicará até a atuação do próximo presidente.

“Dilma desorganizou a economia do País e nos colocou ladeira abaixo sem freio ou rumo”, critica o senador, emendando que não se pode admitir que “um governo queira se reeleger quando oferece aos eleitores míseros 0,8% como perspectiva de crescimento do PIB [para 2014]”. As duras palavras de Cyro Miranda se dá, sobretudo, pelo anúncio no final da semana passada de que o Brasil encontra-se em situação de recessão econômica, após o PIB brasileiro sofrer retração de 0,6% no segundo trimestre deste ano.

Cyro Miranda, que encerra este ano seu mandato, demonstrou a indignação durante pronunciamento nesta terça-feira (2/8) no Senado. Ele disse que a presidente não possui a capacidade de reconhecer os próprios erros enquanto principal gestora do País e que “autocrítica” e “reavaliação” são termos que não pertencem ao vocabulário da petista e de sua equipe econômica.

O senador enumerou ainda como falhas do atual governo o que classificou como sendo falta de compromisso com as metas fiscais, tendo emendado que o argumento adotado como defesa, de que o cenário brasileiro se deve à conjuntura internacional, é inválido, tendo em vista os resultados obtidos por outras nações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.