Curva da Covid volta a crescer em Goiânia: “Não estamos em platô”, diz secretária

Diferente do que foi anunciado por Fátima Mrué na semana passada de que a capital estaria vivendo um momento de estabilização no número de casos, notificações de infectados voltaram a crescer. Por outro lado, internações em UTI tiveram redução

A secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué, afirmou durante entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 11, que a curva de número de casos da Covid-19 voltou a crescer na capital. Segunda ela, apesar dos indícios de estabilização anunciados na semana passada, os dados não foram consolidados.

“Parecia que a inclinação da curva havia abaixado, mas todas as vezes que me manifestei eu reforcei a ideia que é preciso 30 dias para ter a sustentação desses dados. E nós observamos já há uma semana que a curva está ascendente. Ou seja, não estamos em platô, estamos com crescimento, embora não seja um crescimento vertiginoso, mas á um crescimento do número de casos e que vai aumentar mais agora até porque aumentamos a testagem”, afirmou.

Ainda segundo a secretária, enquanto o número de casos voltou a crescer, as internações de UTI tiveram redução.

“As internações de UTI estão sim diminuindo, os casos mais graves parecem que estão diminuindo, mas esses também são dados que ainda precisam de sustentação”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.