Criança perdida encontra a família com ajuda de funcionário do terminal Padre Pelágio

O caso mobilizou colaboradores do RedeMob Consórcio e policiais do Batalhão de Terminal

Pai da criança que estava sob os cuidados da equipe RedeMob e da Polícia Militar | Foto: divulgação

A iniciativa de um encarregado do terminal Padre Pelágio levou a um final feliz na manhã de quinta-feira, 26, para uma criança de 10 anos e sua família. O funcionário do RedeMob Consórcio, Wermiton de Almeida do Nascimento, percebeu que uma criança estava perdida e sozinha no terminal e, com o apoio da Polícia Militar e anúncio nas redes sociais, ajudou a encontrar seu pai. A criança saiu de casa sem que ninguém percebesse.

Era por volta das 5h30 da manhã, quando Wermiton notou o menino, que usava uma mochila e um caderno com a identificação de sua escola, sozinho nas instalações do terminal. O encarregado então deixou a criança aos cuidados das auxiliares de serviços gerais, Maria Cristina Gomes e Luciana dos Reis, enquanto acionava os policiais militares presentes no terminal para que a criança fosse encaminhada até a sua escola.

Wermiton foi instruído pelos policiais a acionar o Conselho Tutelar, após várias tentativas de contato sem retorno, ele acionou o apoio do Batalhão de Terminais, que enviou uma equipe ao Padre Pelágio para realizar o transporte da criança. O funcionário também informou sobre a situação da criança em grupo de WhatsApp dos encarregados. Naylane Ferreira dos Santos, atendente do Terminal Novo Mundo, viu a mensagem e compartilhou no Facebook.

Uma vizinha da família da criança viu a publicação e avisou aos pais, que moram no Jardim Curitiba, eles entraram em contato avisando que estariam a caminho do terminal. O pai recebeu seu filho, que estava sob os cuidados da equipe RedeMob e da Polícia Militar, e agradeceu todo o empenho e cuidado dos profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.