CPI ouve pesquisadores sobre estatísticas de mortes causadas pela Covid

Epidemiologista Pedro Hallal, da UFPel, e Jurema Werneck, do Movimento Alerta, pesquisaram sobre como o número de mortos pela Covid reflete a má conduta do governo durante a pandemia.

Fonte: REUTERS. BBC Brasil.

A CPI da Pandemia recebe nesta quinta-feira, 24, o depoimento do epidemiologista Pedro Hallal, pesquisador da Universidade Federal de Pelotas (RS), e da médica Jurema Werneck, representante do Movimento Alerta que conduziram diferentes estudos sobre como as mortes causadas pelo Coronavírus poderiam ter sido bem menores se o governo tivesse seguido desde o início as recomendações científicas.

Para os dois pesquisadores é evidente que houve um erro grave e intencional dos governos ao não aceitarem as evidências científicas de medidas de proteção, como uso de máscaras e medidas de distanciamento social. Pedro Hallal, revelou em entrevista a GloboNews, que a cada cinco mortes por Covid-19 no Brasil, quatro poderiam ter sido evitadas, caso as recomendações tivessem sido seguidas.

Os pesquisadores defendem que o governo não pode ficar impune em frente a tantas evidências de descaso em relação a saúde do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.