Conselho de Ética recomenda arquivamento de representação contra Eduardo Bolsonaro

Filho do presidente afirmou em entrevista realizada ainda em 2019 que o governo poderia responder a esquerda com um novo Ato Institucional nº 5

Eduardo Bolsonaro: deputado federal pelo PSL | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira, 8, por 12 a 5 parecer que recomenda arquivamento de duas representações abertas contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) por declarações sobre o AI-5.

O filho do presidente afirmou em entrevista realizada ainda em 2019 que o governo poderia responder a esquerda com um novo Ato Institucional nº 5 em caso de “radicalização”. Na ocasião, ocorria protestos de rua no Chile.

Os deputados ainda podem recorrer ao plenário para pedir nova análise. Se o recurso tiver 51 assinaturas e for aprovado em plenário, o caso será reaberto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.