Conheça os ministros confirmados do governo Michel Temer

Solenidade de posse será às 15 horas desta quinta-feira (12/5). Nomes prestigiam vários partidos, como PSB, PSDB e PV

O governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) já tem 20, dos 22 ministérios, definidos. Com o afastamento de Dilma Rousseff (PT) pelo Senado na manhã desta quinta-feira (12/5), o novo comandante do Palácio do Planalto toma posse (e empossa seus auxiliares) às 15 horas.

Como esperado, a equipe de Temer é plural, contemplando partidos da então oposição, como PSDB e DEM, mas também de aliados, como PSD e PP, e até o independente PSB. Contudo, o PMDB domina as pastas mais importantes e estratégicas.

Alguns nomes, como o goiano Henrique Meirelles (PMDB), são escolhas estritamente técnicas e que devem sinalizar positivamente ao mercado de que haverá mudanças significativas na política econômica.

Veja abaixo a lista divulgada pela revista Veja:

gilberto kassab dantas

 

Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações: Gilberto Kassab (PSD), ex-prefeito de São Paulo e então ministro das Cidades de Dilma;

 

 

Raul Jungmann-pps

 

Ministério da Defesa e Cidadania: Raul Jungmann (PPS), deputado federal por Pernambuco;

 

 

Romero-Jucá-profeta

 

Ministério de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão: Romero Jucá (PMDB-RR), ex-governador de Roraima, senador e principal articulador do presidente interino no Congresso;

 

 

Sérgio-Westphalen-etchegoyen

 

Gabinete de Segurança Institucional: Sérgio Etchegoyen, general do Exército radical;

 

 

Bruno Araújo deputado federal BRUNO2

 

Ministério das Cidades: Bruno Araújo (PSDB-PE), deputado federal e um dos grandes nomes do tucanato no Nordeste;

 

 

 

Plenário do Senado

 

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Blairo Maggi (PMDB, quase no PP), senador e ex-governador de Mato Grosso. Ruralista bilionário e maior produtor de soja do Brasil, responsável por 5% de toda a produção do grão no País;

 

 

Geddel-vieira-lima-agenciabrasil

 

Secretaria de Governo: Geddel Vieira Lima (PMDB), ex-senador e aliado do PT durante a era Lula. É presidente do PMDB da Bahia;

 

 

 

GL_Leonaro-Picciani-e-Ricardo-Barros-concedem-entrevista_17122015002-850x557

 

Ministério do Esporte: Leonardo Picciani (PMDB-RJ), deputado federal, líder do partido na Câmara, desafeto de Eduardo Cunha e, até então, contra o impeachment de Dilma;

 

 

Mendonca-Filho

 

Ministro da Educação e Cultura: Mendonça Filho (DEM), deputado federal e ex-governador do Pernambuco;

 

 

Eliseu-padilha-aviacao-civil-Elza-Fiuza-ABr

 

Ministério da Casa Civil: Eliseu Padilha (PMDB), ex-deputado federal e ex-ministro do governo Dilma ;

 

 

 

meirellesEbc

 

Ministério da Fazenda: Henrique Meirelles (PSD), economista goiano, ex-presidente do Banco Central na era Lula e um dos mais respeitados nomes do mercado financeiro;

 

 

serra-foto-agencia-senado

 

Ministro das Relações Exteriores: José Serra (PSDB), um dos principais nomes do tucanato, já foi governador e prefeito de São Paulo. Atualmente é senador;

 

 

ZR-HenriqueEduardoAlves-2013-01-850x557

 

Ministério do Turismo: Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ex-ministro do Turismo de Dilma e ex-presidente da Câmara dos Deputados

 

 

Ricardo Barros,

 

Ministério da Saúde: Ricardo Barros (PP-PR), deputado federal, engenheiro e marido da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP)

 

 

sarney-filho

 

Ministério do Meio Ambiente: José Sarney Filho (PV-MA), deputado federal, filho do ex-presidente Sarney (PMDB-AP) e ex-titular da mesma pasta,durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (1999-2002);

 

 

Osmar-terra

 

Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário: deputado federal (há cinco mandatos) Osmar Terra (PMDB-RS);

 

 

alexandre-de-moraes

 

Ministério da Justiça e Cidadania: Alexandre de Moraes, advogado e atual secretário de Segurança Pública do governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB)

 

 

Mauricio-quintella

 

Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil: Mauricio Quintella (PR), deputado federal das Alagoas. É indicação do PR;

 

 

fabio-medina-osorio-divulgacao-OK-2

 

Ministério da Fiscalização, Transparência e Controle (antiga Controladoria Geral da União): Fabiano Augusto Martins Silveira, professor da UFMG e consultor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Senado;

 

Deputado Federal Fernando Coelho Filho

 

Ministério das Minas e Energia: Fernando Coelho Filho (PSB), deputado federal  e filho do senador Fernando Coelho Bezerra

 

 

Ronaldo-Nogueira-foto-Belo-Oliveira-2

 

Ministério do Trabalho: Ronaldo Nogueira de Oliveira (PTB-RS), deputado federal estrante na Câmara. É indicação do PTB;

 

 

helder-barbalho-foto-jose-cruz-ABr

 

Ministério da Integração Social: Helder Barbalho (PMDB-PA), ex-ministro da Pesca e ex-prefeito de Ananindeua. É filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.