Conheça o artista goiano que conquistou celebridades como Thais Araújo, Slash e Viola Davis

Fábio Gomes começou a pintar murais na cidade de Trindade, no interior do estado e agora recebe convites para expor seu trabalho em galeria de Portugal e numa revista alemã

Pintura feita por Fábio na cidade de Trindade. Mini modelo Sarai foi sua inspiração. | Foto: Reprodução Instagram.

Fábio Gomes é um artista goiano, natural da cidade de Trindade. Aos 30 anos de idade, ele viu sua vida mudar radicalmente depois que famosos como Taís Araújo, Viola Davis, o ex-guitarrista do Guns N’ Roses, Slash, e a rapper Cardi B compartilharam seu trabalho, fazendo com que ele passasse a ser reconhecido nacional e internacionalmente.

O artista conta que após esses episódios, ele passou a ser muito mais valorizado, sendo convidado para expor seu trabalho em uma galeria de Portugal e tendo recebido pedidos de uma revista alemã para que suas obras integrassem as páginas da mesma. 

Em entrevista ao Jornal Opção, Fábio contou que esse reconhecimento só veio depois de uma longa e difícil caminhada no mundo das artes, na tentativa de viver daquilo que era sua paixão. Segundo o artista, o dom da pintura sempre foi algo muito latente nele, que relembra que desde criança, adorava as aulas de artes do colégio e evidencia que nunca chegou a fazer nenhum curso de desenho, trabalhando sempre com a facilidade natural que tem para reproduzir imagens. 

Ao se inspirar na mini modelo Sarai, Fábio reproduziu uma versão de uma foto da menina em um mural na cidade de Trindade, valendo-se de um Bougainville lilás para representar o cabelo dela. A imagem rodou o mundo, chegando até à menina e os responsáveis por ela, que de acordo com Fábio, mostraram-se encantados pelo trabalho.

“Eu nunca imaginei que minha arte poderia chegar tão longe. Eu comecei a receber mensagens de pessoas de vários lugares do país dizendo que famosos estavam compartilhando meu trabalho e fiquei desacreditado. Às vezes parece que minha ficha ainda não caiu. Quando me param na rua e falam que agora eu sou conhecido, fico até sem acreditar que o meu trabalho chegou tão longe”, afirma.

Fábio se inspira na natureza para compor suas obras. | Foto: Reprodução Facebook.

Trajetória

Ao falar sobre sua caminhada na arte, Fábio evidencia que ela só passou a ser vista por ele como algo possível, depois que seus colegas de trabalho da época em que ele era servente de pedreiro, começaram a encorajá-lo a tentar trabalhar com os desenhos, ganhando a vida com a arte. “Essas pessoas sempre me deram muito apoio e me encorajaram a querer seguir esse caminho.”, ressalta.

“No começo da minha carreira como artista eu também recebia mensagens negativas que diziam que a arte não tinha valor e não dava futuro. As pessoas não enxergam o artista como um trabalhador”, afirmou Fábio. De acordo com ele, essa falta de reconhecimento a essa profissão, já chegou a fazer com que ele e sua esposa passassem dificuldades em casa, não tendo o que comer em alguns dias. 

O artista evidenciou ainda que atualmente recebe muitas mensagens de pessoas que desejam seguir a mesma carreira e se sentem inspiradas por toda a sua trajetória. “A história de um homem que não tinha estudo, que trabalhava como servente de pedreiro e que resolveu viver da sua arte, querendo ou não, impulsiona outras pessoas também”, diz Fábio. 

Ele acredita que, no futuro, o Brasil passará a enxergar as manifestações artísticas com outros olhos, já que nesse período de pandemia, a importância das mesmas ficou ainda mais explícita.

“A arte traz paz em meio a esse caos. Eu recebo muitas mensagens sobre isso, pessoas que dizem que o meu trabalho foi capaz de despertar memórias muito boas e sentimentos também. Isso pra mim é muito importante. A arte é vida. As pessoas precisam aceitar isso: arte não é algo tão simples e é muito importante para todos. Tem o poder de mudar o dia ou a vida de alguém”, finalizou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.