Compositor processa Gusttavo Lima por uso indevido de direitos autorais e pede R$ 20 milhões na Justiça

Em audiência de conciliação, cantor ofereceu um acordo no valor de R$ 50 mil. Proposta foi rejeitada pelo compositor

Foto: Colagem

Tramita pela 30ª vara Cível de Goiânia um processo do compositor André Luiz Gonçalves contra o cantor Gusttavo Lima. Na ação, Gonçalves acusa o sertanejo de usar, de maneira indevida, os direitos autorais da música ‘Fora do Comum’.

Conforme divulgado pelo jornal O Dia, do Rio de Janeiro, o compositor alega que Gusttavo Lima o chamou para fazer uma parceria e pediu para que ele gravasse a música e mandasse para ele. “Passou uns dias e ele me ligou dizendo que só gravaria se eu aceitasse fazer uma sociedade com ele”, declarou em entrevista a jornalista Fábia Oliveira.

O compositor disse ter aceitado “de boa fé”. “Achei de ele só acrescentaria o nome dele na composição”, acrescentou. No entanto, ele alega que o sertanejo “editou metade da música e registrou como 50% sendo de autoria dele”.

“Para não perder tudo eu fui em outra editora pra registrar os meus 50% e não deixar de receber, porque quando eu fui registrar 100% da música no meu nome ele já havia feito o registro de metade. Ganhou esses anos todos com execuções nas rádios, plataformas digitais, além das vendas de CD’s e DVD’s”, declara André.

A reportagem acrescenta ainda que Gusttavo Lima supostamente se comprometeu a lançar outras canções e acrescentar o nome do compositor. “Ele disse que as músicas eram sucesso e que eu não precisava me preocupar porque eu teria retorno. (…) Disse que eu podia confiar nele e dar a parceria pra ele porque depois ele iria me devolver a minha parte através de outras músicas”. Isso, segundo o compositor, nunca aconteceu.

Já foram marcadas audiências de conciliação, mas todas terminaram se acordo. Segundo informações do jornal O Dia, Lima ofereceu um acordo de R$ 50 mil parcelados em 10 vezes de R$ 5 mil além de uma proposta do escritório do cantor para gravar um disco. Valor da causa, segundo a reportagem, é de R$ 20 milhões. A versão do sertanejo foi solicitada pelo Jornal Opção. Assim que houver qualquer posicionamento a matéria será atualizada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.