Comissão aprova porte de arma a deputados e senadores

Batizado de “Estatuto de Controle de Armas de Fogo”, projeto flexibiliza a posse e o porte de armas de fogo no País

Manifestantes contrários à aprovação do texto, na comissão especial | Foto: Antonio Araújo / Câmara dos Deputados

Manifestantes contrários à aprovação do texto, na comissão especial | Foto: Antonio Araújo / Câmara dos Deputados

A comissão especial da Câmara Federal que analisa mudanças no Estatuto do Desarmamento aprovou na última terça-feira (27/10) o texto-base do substitutivo apresentado pelo deputado mineiro Laudivio Carvalho (PMDB), que estabelece, entre outras alterações, o porte de armas de fogo para autoridades, como deputados e senadores.

O novo texto, rebatizado de “Estatuto de Controle de Armas de Fogo”,  também reduz de 25 para 21 anos a idade mínima para a compra de armas no País, e autoriza a posse e o porte para pessoas que respondam a inquérito policial ou a processo criminal.

A proposta estabelece, ainda, que o cadastramento de armas seja gratuito e o que o porte tenha validade de dez anos, e não três anos, como estabelece atualmente o Estatuto do Desarmamento.

Além disso, a proposta também assegura a todos os cidadãos o direito de possuir e portar armas de fogo para legítima defesa ou proteção do próprio patrimônio.

Os destaques do texto ainda precisam ser votados pela comissão especial, o que provavelmente ocorrerá na próxima terça-feira (3/11).

2 respostas para “Comissão aprova porte de arma a deputados e senadores”

  1. Avatar Denis Robson disse:

    Sou completamente a favor da mudança deste estatuto ordinário feito pelo ptco

  2. Avatar Epaminondas disse:

    Ora, muito acertado!

    Imagina deputados e senadores, que trabalham até tarde e nos finais de semana, saindo do Congresso ou Câmara em horas ermas? Visitando comunidades violentas e trabalhando até tarde nelas?

    Este pessoal tem uma profissão arriscadíssima, nada mais natural que andem armadas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.