Comando do Policiamento da Capital registra queda em ocorrências entre 2017 e 2018

Coronel Mendes encerra gestão no dia 3 de janeiro com dados positivos

Foto: Divulgação

O coronel da Polícia Militar Ricardo Mendes deixa o Comando do Policiamento da Capital na quinta-feira, 3, e divulgou números de sua gestão. À frente do CPC desde o dia 16 de fevereiro, o oficial diz que sai com a certeza de missão cumprida.

Os dados apresentados mostram, entre outras coisas, redução de quase 60% em roubos a estabelecimentos comerciais, no comparativo com 2017. Os números foram apurados em cima do período de março a dezembro dos dois anos.

Os roubos a residências caíram em mais de 50%. Perto disso aparecem os roubos a veículos, tentativas de homicídios, latrocínios e roubos a transeuntes – todos com redução entre 40 e 50%.

Os furtos a transeuntes tiveram queda de 37,11%. Além disso, o mesmo crime em residência caiu 24,32% em relação a 2017. Com percentuais menores, as ocorrências de homicídio doloso, estupro e furto a veículo também diminuíram.

Mendes ainda informou que, das 58 toneladas de drogas apreendidas no Estado, 14 são de Goiânia. “Também tivemos um marco na gestão que foi a criação do Batalhão do Terminal”, disse, remetendo ao trabalho feito nas estações de ônibus da Capital.

“Fico feliz por ter alcançado essa marca, deixo o comando com a certeza de missão cumprida junto com os meus comandantes”, disse Mendes. Ele destacou as medidas tomadas ao longo dos quase 11 meses de comando e fechou: “Parafraseando JK, fizemos 10 anos em 10 meses”.

Com a saída de Mendes, assume o coronel Márcio Vicente. “Que tem muita competência e experiência e que tenho certeza que fará um bom trabalho”, elogiou o colega.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.