Gestão Iris manda Guarda Municipal retirar a tiro e bomba manifestantes de ocupação

Tropa de choque teria esperado retirada da imprensa para surpreender professores e alunos que ocupavam o prédio da Secretaria Municipal de Educação

Fotos: Reprodução/ vídeos

A Prefeitura de Goiânia agiu de forma truculenta e utilizou até armas e bombas de gás lacrimogênio para retirar professores e estudantes que ocupavam a sede da Secretaria Municipal de Educação, no Setor Leste Universitário, na noite desta quarta-feira (26/4).

Conforme havia noticiado o Jornal Opção mais cedo, o grupo de manifestantes ocupou o prédio da pasta durante a tarde, pedindo maior diálogo por parte da gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) quanto à pauta de reivindicação da categoria.

Segundo informações do Sindicato Municipal dos Trabalhadores da Educação (Simsed), assim que a imprensa se retirou do prédio da SME, a prefeitura teria enviado a tropa de choque da Guarda Civil Metropolitana e forçado a retirada dos manifestantes do local.

Conforme os relatos de professores e estudantes, os agentes chegaram a agredir manifestantes e fazer uso de bombas de gás lacrimogênio. Vídeo publicado pelos profissionais em redes sociais mostra uma jovem desacordada sendo atendida pelo Samu.

“Uma verdadeira operação de guerra para combater trabalhadores que se manifestavam pacificamente”, diz o sindicato em nota encaminhada à imprensa.

Em depoimento, uma das professores que presenciou toda a ação relatou os momentos de extrema tensão. Segundo a profissional, identificada como Mariana, a Guarda Municipal entrou pelos fundos do prédio, surpreendendo os manifestantes. Ainda há profissionais presos no local.

“Estávamos ocupando um lugar público, reivindicando direitos, só queríamos justiça, que são lei e o prefeito não cumpre. Ele agiu da pior maneira possível. A Guarda Municipal entrou pelos fundos, jogou bomba em cima de bomba, acertou professores, professoras, idosos, e há alguns presos. É uma boa ação para mostrar quem é o prefeito Iris Rezende, como ele trata a educação de Goiânia”, desabafou.

Veja abaixo vídeo de um manifestante:

Segundo informações dos manifestantes, várias pessoas ficaram feridas após a ação truculenta da Guarda Civil Metropolitana. Outro vídeo mostra uma garota, aparentemente desacordada, sendo colocada em uma ambulância do Samu.

Veja:

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Luis

Voto no senhor Iris, e agora??? “O político vem do povo para o povo” John Kennedy. Políticos Brasileiros em geral não presta. Por que? Porque a maioria do povo Brasileiro não presta. Telefone da casa do senhor Iris 3212-4242

Luciano Almeida

O político Iris Rezende, há décadas, dizia-se vítima do arbítrio do governo militar e autoproclamava-se defensor da democracia, da liberdade do estado de direito. Ao retornar à política, notabilizou-se no governo do Estado pelo desapreço ao diálogo, cultivo da famigerada “panelinha” e demagogia dos mutirões de construção de mil casas em um dia. Na administração municipal, a sua “marca” era a das promessas não cumpridas. Agora, a violência contra professores, estudantes e demais cidadãos manifestantes revela uma face sombria – autoritária, opressora, antidemocrática – do político que no passado fantasiou-se de “esperança” e “mudança”. Mais um “mito” que sucumbe diante… Leia mais

LEANDRO

tem muitos bandidos trajados de professores nestas manifestações