Com investimento de R$ 4,5 milhões, seis ônibus aguardam início da operação do BRT em Goiânia

Trecho de atuação dos ônibus será do Terminal Recanto do Bosque até a Rodoviária e os veículos devem ser utilizados nas linhas quando a obra for concluída

Seis ônibus aguardam início da operação do BRT | Foto: Divulgação

Seis ônibus aguardam início da operação do BRT em Goiânia. Os veículos estão na garagem das respectivas empresas do sistema de transporte coletivo da capital. São três unidades da empresa Viação Reunidas e outras três da Rápido Araguaia. Cada um custou, em média, R$ 750 mil, totalizando um investimento, neste primeiro momento, de R$ 4,5 milhões.

O trecho de atuação dos ônibus será do Terminal Recanto do Bosque até a Rodoviária e os veículos devem ser utilizados nas linhas quando a obra for concluída.  Ao todo, inicialmente, o projeto do BRT contempla 28 veículos que atenderão à população no percurso.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano e Passageiros da Região Metropolitana de Goiânia (SET), os novos veículos possuem 14 metros de comprimento e sua capacidade máxima é de 102 pessoas, sendo 48 sentadas e 54 em pé.  Os ônibus convencionais que operam na Grande Goiânia hoje possuem 12 metros e capacidade para 75 passageiros no total, com 33 sentados e 42 em pé.

4 respostas para “Com investimento de R$ 4,5 milhões, seis ônibus aguardam início da operação do BRT em Goiânia”

  1. Avatar Thiago disse:

    Caramba nem um ônibus rodiviario double deck com muito conforto custa isso tudo

  2. Avatar Henrique Bispo disse:

    Só 28 no total, meu Deus essa empresa realmente maltrata o seu próprio passageiros que paga para andar, mais era di se esperar dessas empresas que opera em Goiânia, já era esperado a lavagem de dinheiro e grande, eu duvido que esse modelo custe isso tudo,alguma coisa ae não se encaixa…

  3. Avatar Júnior disse:

    Tando gasto para não utilizarem ônibus articulados? Lamentável.

  4. Avatar Fabio de Sousa Chaves disse:

    Terá 16 ônibus articulados,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.