Com in├®rcia de Iris, vereadores buscam HGG para concretizar Instituto de Diab├®ticos

Primeira-dama Dona ├ìris estaria impedindo┬áconcess├úo de pr├®dio para instala├º├úo do centro que ser├í refer├¬ncia no Brasil

Iris e a esposa, Dona Íris Araújo: a eminência parda da prefeitura? | Foto: Fernando Leite

O vereador Jorge Kajuru (PRP) voltou a acusar, durante coletiva de imprensa na manh├ú desta quarta-feira (5/7), a primeira-dama Dona ├ìris (PMDB) de inviabilizar a implanta├º├úo do Instituto de Diab├®ticos em Goi├ónia.

Idealizado por ele e pelo filho do apresentador Joel Datena, Vicente Datena Filho, o centro m├®dico recebeu R$ 6 milh├Áes do Minist├®rio da Sa├║de para equipamentos e in├¡cio do funcionamento. O recurso foi conseguido ap├│s uma reuni├úo com o titular da pasta, Ricardo Barros (PP), no ├║ltimo m├¬s. A contrapartida da prefeitura seria ceder o espa├ºo e fazer a regula├º├úo — compromissos assumidos, em v├¡deo, pelo prefeito Iris Rezende (PMDB).

No entanto, o parlamentar denuncia que, mesmo ap├│s a secret├íria municipal de Sa├║de, F├ítima Mru├®, ter anunciado que conseguiu dois pr├®dios para sede do instituto,┬ádesde maio, ela n├úo responde mais suas mensagens.

“Eram dois pr├®dios ├á disposi├º├úo, um no Granville e outro no Parque Oeste Industrial. Ela nos convidou a conhecer os espa├ºos. Logo depois desmarcou e me informou que a Secretaria Municipal de Educa├º├úo havia ‘resolvido ficar com os dois’. Ora isso ├® molecagem! ├ë ├│bvio que algu├®m interferiu contra”, argumentou.

E esse algu├®m, de acordo com Kajuru, tem nome, sobrenome e motivo: “O Instituto de Diab├®ticos parou exclusivamente por causa da teimosia e ignor├óncia de uma senhora chamada Dona ├ìris de Ara├║jo, que manda na Prefeitura de Goi├ónia e que morre de medo de Jorge Kajuru ser candidato a deputado federal e que novamente a derrotar├í assim como aconteceu em 2014.”

├Ç reportagem, ele teceu duras cr├¡ticas a peemedebista, a quem chamou de “incompetente, rancorosa e raivosa”, e mandou um recado ao marido. “Eu que n├úo quero mais ajuda de Iris. Vai sair independente dele. Com participa├º├úo empresarial, Idetech e o Minist├®rio da Sa├║de. Vai sair e fa├ºo quest├úo que Iris n├úo participe de nada, a├¡ Dona ├ìris vai perder elei├º├úo mais f├ícil ainda porque vai ter contra ela mais de 480 mil diab├®ticos em Goi├ís, contra essa reles cidad├ú Iris Ara├║jo”, completou.

Parceria com governo

Fachada do HGG | Foto: Divulgação

Com a in├®rcia da gest├úo Iris Rezende (PMDB), Kajuru articula, junto a um grupo de vereadores aliados do governador Marconi Perillo (PSDB), o uso de cerca de 100 leitos no Hospital Geral de Goi├ónia Alberto Rassi (HGG) — controlado por uma Organiza├º├úo Social (a Idetech) conveniada com o governo.

Assim, apesar de os recursos do MiS ainda serem direcionados ├á prefeitura, a gest├úo do Instituto dos Diab├®ticos ser├í feita pela OS, com recursos do Minist├®rio da Sa├║de, do pr├│prio vereador e de empres├írios.

O centro, que pode ser refer├¬ncia para o Brasil, realizar├í atendimento espec├¡fico para portadores de diabetes, em especial cirurgias, que ser├úo gratuitas, performadas pelos m├®dicos ├üureo Ludovico, Paulo Reis e Nelson Rassi.

Kajuru fez quest├úo, por fim, de ressaltar que quem far├í a interlocu├º├úo entre o governador e a C├ómara ser├í┬áDra. Cristina (PSDB), Elias Vaz (PSB) e Priscilla Tejota (PSD). “Eu n├úo converso com Marconi. Quem vai aceitar o HGG s├úo os vereadores e dividiremos o m├®rito”, arrematou.

Resposta

Secret├íria Municipal de Sa├║de, F├ítima Mru├®

O Jornal Opção entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, que negou veementemente qualquer tipo de interferência da primeira-dama na gestão e garantiu que tem se reunido com o vereador Jorge Kajuru para falar sobre o instituto.

Por meio de nota, a secret├íria F├ítima Mru├® disse que protocolar├í┬áproposta t├®cnica junto ao Minist├®rio da Sa├║de em busca da identifica├º├úo de projetos que contemplem a cria├º├úo do Instituto. O parlamentar, segundo ela, j├í foi informado por meio de of├¡cio.

No que diz respeito aos pr├®dios cedidos ao Instituto de Diab├®ticos pela gest├úo Iris, a pasta reconhece que ├® a Secretaria Municipal de Educa├º├úo que realmente os utilizar├í.

Veja abaixo na íntegra:

A secret├íria municipal de Sa├║de, F├ítima Mru├®, refuta, de forma veemente, a afirma├º├úo do vereador Jorge Kajuru a respeito de dona Iris. A primeira-dama de Goi├ónia sempre manteve postura extremamente ├®tica na rela├º├úo com a Secretaria Municipal de Sa├║de e nunca, em momento algum, jamais, interferiu, seja direta ou indiretamente, na condu├º├úo da gest├úo da Sa├║de. Esse ├® o fato.

Tamb├®m ├® fato que F├ítima Mru├® delibera sobre o assunto com o vereador. Jorge Kajuru, entre outras agendas anteriores, foi recebido na secretaria na ├║ltima segunda-feira, dia 3. A pauta foi exatamente a cria├º├úo do instituto. Na mesma data, inclusive, Kajuru recebeu em m├úos resposta a um of├¡cio encaminhado para tratar desse mesmo tema. No documento, assinado pelo vereador, F├ítima Mru├® afirma que protocolar├í proposta t├®cnica junto ao Minist├®rio da Sa├║de em busca da identifica├º├úo de projetos que contemplem a cria├º├úo do Instituto.┬á Essa proposta preliminar foi anexada ├á resposta do of├¡cio em quest├úo.

Por fim, ├® interesse e responsabilidade da SMS promover o servi├ºo de sa├║de em todos os segmentos. A diabetes ├® um deles. A secret├íria defende, inclusive, a amplia├º├úo da proposta do vereador, de modo a acrescentar ao instituto, originalmente pensado como Centro de Refer├¬ncia em Diabetes, tamb├®m as doen├ºas cr├┤nicas a ela relacionadas. No entanto, a viabilidade ou n├úo do instituto depende de diretrizes e apoio da Uni├úo, por meio do Minist├®rio da Sa├║de.

No que tange ao munic├¡pio de Goi├ónia, o di├ílogo com o vereador ├® permanente.┬á Tanto, que o mesmo afirma que houve sinaliza├º├úo positiva por parte da gest├úo Iris Rezende e indica├º├Áes de poss├¡veis locais. Em rela├º├úo a esses, a SMS esclarece que eles pertencem ├á Secretaria Municipal de Educa├º├úo, que precisou utiliz├í-los para atendimento ├á demanda educacional da cidade, outro assunto de extrema import├óncia.

Assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Sa├║de

Pelo Twitter, a primeira-dama se limitou a dizer que ├® “entusiasta” da constru├º├úo do Instituto de Diab├®ticos.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.