Com documentação atrasada, carros da GCM de Goiânia foram parados na blitz do Estado

De acordo com a Secretaria da Economia, viaturas foram liberadas após quitação dos débitos pendentes

Foto: Divulgação

Guardas Civis Metropolitanos de Goiânia denunciam, em vídeo, que eles foram parados na blitz da Secretaria de Estado da Economia, porque os carros da Prefeitura não estariam com a documentação em dia. A fiscalização é feita pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar em parceria com o Governo.

Um servidor da GCM relata, em vídeo, que a primeira viatura foi parada no Parque Leonídio Ramos Caiado, na quinta-feira, 14, e os demais estão sendo direcionados para lá, para serem rebocadas. “Eles disseram que têm autorização para isso, porque está tudo atrasado, mas agora são os governantes que têm que resolver, nós queremos trabalhar, mas como faz?”, disse.

Em nota, a Secretaria da Economia informou que as viaturas foram devolvidas após quitação dos débitos pendentes por parte da empresa locatária. Ainda completaram que fiscalização faz parte de serviço rotineiro, com ações de combate à criminalidade, bem como da verificação de pendências de trânsito.

“A retenção dos veículos, que não é da competência da Secretaria da Economia, mas da Polícia Militar, se justifica pelo Código de Trânsito Brasileiro, art.230-V, que prevê essa possibilidade nos casos de não pagamento de licenciamento”, escreveram.

Também em nota, a prefeitura de Goiânia disse que a frota da Guarda Civil Metropolitana é terceirizada e que a responsabilidade pelo pagamento do IPVA é da empresa RS. Confira nota na íntegra:


A Guarda Civil Metropolitana (GCM) informa que a sua frota é terceirizada e que a responsabilidade pelo pagamento do IPVA das viaturas é da empresa RS. Esclarece ainda que o pagamento desta locação está rigorosamente em dia e que os tributos foram quitados imediatamente pela empresa após notificação da GCM. Segundo a empresa RS, os pagamentos estavam pendentes por conta de um erro administrativo, que foi solucionado nessa quinta-feira, dia 14.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.