Com chegada de Ney Franco, Periquito voa alto rumo à Série A

Time esmeraldino entendeu proposta de trabalho do técnico e arrancou, a partir da 10ª rodada, para chegar ao G4

Cilas Gontijo

O Verdão iniciou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2018 no comando do técnico Hélio dos Anjos. Em sua sexta passagem pelo clube esmeraldino, Hélio, que sempre contou com apoio e muito prestígio com a presidência do clube, não conseguiu realizar um bom trabalho no início da competição. Em 2017, o treinador retornou ao clube e o tirou da zona de rebaixamento para a Série C.

Na sequência foi campeão goiano. Na Copa do Brasil, o Goiás comandado por Hélio dos Anjos só caiu diante do todo poderoso Grêmio. Mas nem o prestígio do técnico com parte da diretoria foi suficiente para segurá-lo no comando da equipe depois da terceira derrota no Campeonato Brasileiro. A última delas, por 3 a 1 para o Vila Nova. Depois de quatro jogos na Série B e apenas um ponto conquistado, Hélio dos Anjos foi demitido.

Com sua dispensa, o clube agiu rápido e trouxe um grande treinador. Ney Franco, reconhecido nacionalmente por ter trabalhado em grandes equipes do futebol brasileiro da Série A, como Flamengo e São Paulo. O time capengou nas últimas colocações assim que o treinador chegou, pois ainda estava assimilando o modo de trabalho do técnico.

A partir da 10ª rodada da Série B, quando venceu o Paysandu por 2 a 1 no Estádio Olímpico, a metodologia de trabalho de Ney Franco foi totalmente entendida pelos jogadores. Da 11ª rodada, com vitória fora de casa por 3 a 1 contra o Londrina, em diante, a má fase passou e o Goiás começou a subir na classificação do Campeonato Brasileiro.

Colaborou com isso a visão do treinador em colocar para jogar atletas como o atacante Michael, que estava encostado por Hélio dos Anjos. O garoto logo impressionou a todos e hoje é peça chave no esquema de jogo, sendo observado por grandes equipes do futebol nacional. Ney Franco também recuperou jogadores como o atacante Lucão, que hoje é o artilheiro da Série B com 11 gols.

Outros jogadores também foram importantes na recuperação do Goiás na competição, como o lateral direito Caque Sá e o meia Rafinha. Com a chegada de reforços trazidos pelo novo treinador, que encaixaram muito bem na equipe, como o meia Renato Cajá, o lateral esqeurdo Ernandes e o zagueiro Victor Ramos, o Verdão chegou aos 42 pontos na terceira colocação depois de 25 rodadas disputadas.

O Goiás está hoje a um ponto do segundo colocado, CSA, e cinco do líder Fortaleza. Tanto na diretoria quanto na comissão técnica, nada de euforia com relação a conquista do título da Série B. Muito menos entre os jogadores. De acordo com Ney Franco, deve ser dado um passo de cada vez. Michael, revelação da competição e o craque do time nessa arrancada meteórica do periquito atômico, disse que com humildade será possível chegar à conquista do campeonato.

A verdade é que há uma grande possibilidade de o time voltar para a primeira divisão em 2019 e de quebra ainda ser campeão de mais uma vez da Série B. Isso pode não ter sido o objetivo lá no início da competição, mas agora com certeza pode ser tratado como possibilidade. E o principal nome dessa arrancada é o do técnico Ney Franco.

A torcida esmeraldina espera ansiosamente por esse triunfo, não só de voltar à Série A, que, claro, é o principal objetivo, mas de retornar à elite do futebol brasileiro sendo campeão será melhor ainda. E nesta sexta (7/9) o desafio é diante do Boa Esporte, em Varginha (MG), às 16 horas.

Deixe um comentário